Skip to content

Corpo sofre com ressaca com as festas de fim de ano?

Por Caísa Couto

06/01/2014

Já estamos no mês de janeiro, mas as festas de fim de ano deixaram lembranças para a maioria das pessoas. E não se trata só dos presentes ou fotos com amigos e familiares. Depois das ceias natalinas, sobremesas e mesas fartas, os quilinhos a mais são quase inevitáveis.

Na casa da estudante Heloise Costa não foi diferente. O recesso de Natal e Ano Novo é uma das únicas épocas do ano que a família dela consegue se reunir. Para aproveitar a ocasião e agradar a todos, a avó e as tias capricham no cardápio. Numa hora dessas, ninguém resiste e a dieta é deixada de lado.

Com uma mesa farta é difícil se controlar. (arquivo pessoal)

Com uma mesa farta é difícil se controlar. (Arquivo Pessoal)

“Já deu pra sentir as roupas mais apertadas e agora tenho que fechar a boca e correr atrás do prejuízo. Tento me controlar ao longo do ano, mas nessa época não tem jeito”, comenta Heloise. Na volta pra rotina, ela pretende fazer uma dieta e retomar a academia.

Assim como Heloise, milhares de pessoas começam o ano com essa mesma promessa, mas é preciso tomar cuidado. Muitas das dietas espalhadas por aí não oferecem uma alimentação adequada, suficiente para suprir as necessidades de proteínas, vitaminas e outros componentes do corpo humano.

A nutricionista Larissa Bustamante diz que é comum seus pacientes cometerem exageros no fim do ano. Muitos chegam se queixando de digestão lenta, inchaço, enjoos e outros sintomas. Nesses casos, ela recomenda dietas mais leves e com presença de alimentos desintoxicantes. Ela comenta que muitos nutricionistas dizem que não devemos nos preocupar com o que é consumido entre o dia 24 de dezembro e 1 de janeiro, mas no restante do ano.

“Não é para ninguém se privar dos pratos tradicionais do fim de ano e nem para fazer dieta. O importante é comer nas quantidades certas e de forma equilibrada.” De acordo com Larissa, a ingestão de carnes, principalmente suína e bovina, deve ser moderada. Massas em excesso também não fazem bem.

As bebidas alcóolicas também inspiram cuidados. Vinhos, cerveja e espumantes são os preferidos para comemorar Natal e Réveillon. O fígado é quem metaboliza a bebida ingerida e após certa quantidade, o resto do álcool não metabolizado começa a circular pelo sangue e alterar diferentes órgãos.

Além dessas complicações, ainda vem o resultado no dia seguinte: a famosa ressaca. Dores de cabeça e mal estar são alguns dos sintomas, mas que podem ser amenizados. Larissa dá a dica: “entre os chopps e taças de vinho ou champagne, a hidratação não pode ser deixada de lado, portanto, não se deve deixar de beber água nem quando ocorre consumo de bebida alcóolica”.

Férias sem parar de se exercitar

O mês de janeiro é o mês das férias escolares e também de muitos profissionais. Além da alimentação, muitos se descuidam também da rotina de exercícios. Principalmente, quando há viagens programadas. O personal trainner Lucas de Souza explica a importância de manter o corpo em movimento e dá dicas de como você pode aproveitar as férias para perder calorias:

Anúncios
One Comment

Trackbacks & Pingbacks

  1. Ainda é Natal? | JF Hipermídia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: