Skip to content

Minecraft na vida real: jogo ajuda a construir abrigos em zonas de guerra

por Victor Carneiro

Postado em 18/06/2014.

"Minecraft é um jogo sobre remover e colocar blocos", no site oficial, a descrição do jogo preza pela simplicidade.

“Minecraft é um jogo sobre remover e colocar blocos”, no site oficial, a descrição do jogo preza pela simplicidade.

A proposta do jogo é bem simples: interagir com um mundo “infinito” de blocos, de diferentes materiais (areia, terra, pedra, madeira), para construir um abrigo e sobreviver às criaturas que chegam a noite. Por definição, o Minecraft é um jogo online “sandbox” _caixa de areia, em português_ onde o jogador tem a liberdade de exercer sua criatividade. Dependendo da utilização dela, e da disciplina do jogador,  os abrigos iniciais feitos de blocos de terra e madeira se transformam em castelos e palácios ao passar do jogo, as ferramentas e armas de pedra  fabricam depois utensílios de materiais mais duráveis, até em diamante. O desenvolvimento do jogador  é notável durante o tempo em que se está em Minecraft, e o que ficava só no computador, agora pode ajudar na construção abrigos no mundo real.

Dependendo da criatividade e da disciplina do jogador, os abrigos iniciais feitos de blocos de terra e madeira se transformam em castelos e palácios.

O jogo está sendo usado pela ONU (Organização das Nações Unidas) para recriar lugares destruídos no Haiti, na Índia e na Africa. Em um processo colaborativo, jogadores escolhidos pela  produtora do Minecraft, Mojang, serão responsáveis pela criação de projetos de moradias semelhantes aos feitos diariamente no jogo. Chamado de “Block by Block” (Bloco a Bloco), o projeto prevê que 300 regiões escolhidas pela divisão UN Habitat, da ONU, recebam planejamento arquitetônico em versão Minecraft até 2016. Cada projeto poderá ser alterado por outros grupos de jogadores, sempre procurando versões de construções mais rápidas, duradouras e econômicas.

Os  lugares reais serão transformados em cenários de Minecraft para que o “jogador-arquiteto” possa trabalhar com total exatidão do terreno. O primeiro desses lugares é o Undugu Playground, que fica em uma região afastada da da cidade de Nairobi, capital do Quênia.

O primeiro desses lugares é o Undugu Playground, que fica em uma região afastada da da cidade de Nairobi, capital do Quênia. (Foto: Mail Online)

O primeiro desses lugares é o Undugu Playground, que fica em uma região afastada da da cidade de Nairobi, capital do Quênia. (Foto: Mail Online)

Estudante de arquitetura e projetista na empresa júnior Porte, Érica Della Garza, acredita que a iniciativa é positiva, e pode ajudar na formação dos arquitetos. “É necessário ao arquiteto,na elaboração do projeto,  a compreensão da visão das pessoas que vão utilizar aquele espaço. Possibilitar esse contato, via Minecraft, já é um ótimo ponto de partida”. De acordo com a estudante, para a parte técnica das obras, como medidas e especificações  na quantidade de materiais, será necessário o trabalho de profissionais “in loco”, mas a construção pelo jogo já é uma maneira prática de visualizar o projeto final.

JF em blocos

Em Juiz de Fora, a “comunidade Minecraft” é grande, muitas pessoas jogam com amigos em mundos compartilhados, onde através de um convite online, os jogadores podem construir juntos em um mesmo universo. O processo de construção coletiva, visto no projeto da ONU, é muito comum no decorrer do jogo. Na construção de obras mais extensas, como um grande armazém, estradas, ou linhas de trem, os jogadores se unem e trabalham por horas juntos construindo até cidades inteiras. Construindo uma cidade-universitária, o webdesigner Marcelo Viridiano, está desenvolvendo junto com amigos uma réplica do campus da UFJF no mundo Minecraft. “A ideia de criar, com exatidão, o campus da UFJF utilizando o Minecraft, tem uma relação as transformações que o campus vem passando”. Segundo o webdesigner, com o surgimento de diversos espaços na universidade, novos prédios em lugares diferentes, o estudante pode ficar “meio perdido” e o jogo pode ser uma maneira da comunidade conhecer mais o campus. “Por isso eu resolvi deixar isso registrado, utilizando a ferramenta do jogo online que é fácil e qualquer um pode fazer”, completa.

Confira outras 14 grandes construções no Minecarft, e a entrevista completa com o webdesigner que quer reproduzir o campus da UFJF abaixo:

Anúncios
One Comment
  1. Marco Aurelho Stanzani permalink

    Bom dia, como faço para participar desta comunidade?
    Eu adoro este jogo e não consigo jogar online aqui em JF.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: