Skip to content

Efeito sanfona pode ser combatido com dieta balanceada e exercícios

hadassa

Hadassa Fernandes já recorreu a muitas dietas malucas para emagrecer

Letycia Cardoso -Postado em 30/04/14

Perder peso e encontrá-lo rapidamente. O efeito sanfona pode causar muitos danos à saúde, além de provocar celulites, estrias e o envelhecimento da pele. Mas, muitas vezes, a vaidade faz a vontade de emagrecer de forma rápida falar mais alto, sendo assim as pessoas acabam recorrendo a dietas radicais que têm severas consequências. Um exemplo é o da mulher que fez dieta líquida por oito meses e perdeu o movimento das pernas.

Hadassa Fernandes já experimentou diversas: da USP, do pão, dos chás, entre outras. A estudante conta que sempre emagrecia consideravelmente, mas que engordava tudo de novo. Os pontos negativos não eram só esses: ela já desmaiou várias vezes por causa da alimentação errada. No entanto, agora, está seguindo um plano alimentar elaborado por uma nutricionista e já emagreceu dez quilos.

O efeito sanfona também pode ter outras motivações. De acordo com a psicóloga Paloma Pereira de Souza, ele pode ser causado por algumas emoções, como a ansiedade.

As pessoas que apresentam esses sintomas devem fazer tratamento psicológico,  com o objetivo de se conhecer melhor e saber quais são seus “pensamentos dispersivos”, ou seja, ideias exageradas ou equivocadas. A partir de então, o profissional poderá mostrar que a realidade não corresponde a essas convicções, trazendo o paciente à consciência e ensinando-o a controlar suas emoções. Outra opção de tratamento é a medicamentosa. Nesse caso, deve-se procurar um psiquiatra.

lidiane

A nutricionista Lidiane Santana criou uma fanpage onde posta dicas e mensagens de incentivo a seus pacientes

Quem não tem hábitos alimentares saudáveis está mais propício à oscilação de peso e, assim, ao risco de ter os exames bioquímicos alterados. De acordo com a nutricionista Lidiane Santana, quando o ponteiro da balança abaixa extremamente rápido, pode ocorrer perda de líquido ou de massa magra ao invés da perda de gordura. Além disso,  uma hipovitaminose pode se instalar e trazer danos não só à saúde, mas também estéticos.

Passada a fase de restrição alimentar, inicia-se a compulsão, momento no qual o indivíduo come tudo que vê pela frente. Como consequência, surgem os prejuízos: aumento de glicose, dos triglicerídeos e dislipidemia (gordura no sangue), entre outros.

Lidiane ainda ressalta que muitas pessoas recorrem a remédios para emagrecer de forma ligeira, mas que as drogas fazem muito mal à saúde e podem causar aceleração de batimentos cardíacos e insônia, por exemplo . “É como tomar uma bomba. Já tive pacientes que usaram e tiveram problemas maiores, como hipertensão”, adverte.

Não existem atalhos para chegar ao corpo desejado e ainda manter a saúde. A receita ainda é a velha combinação entre uma boa alimentação e a prática regular de exercícios físicos.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: