Skip to content

Quebrando o tabu

 

Postada em 28/04/2014 as 08:20. Por Jéssica Pereira

 

Sexualidade, como abordar esse assunto com seu filho?

 

Conversar com os filhos sobre sexo, com certeza não é uma tarefa nada fácil. Principalmente quando nunca se tocou no tema dentro de casa. Muitos pais encontram barreiras no momento de conversar sobre sexualidade, alguns apresentam vergonha, outros não sabem por onde começar, até mesmo pelo simples fato de seus pais nunca terem conversado sobre o assunto.

O sexo está escancaradamente no nosso cotidiano, está na novela, no filme, na internet e na publicidade. Essa superexposição ao sexo acaba instigando a criança e o adolescente a ter curiosidades precoces. Os especialistas dizem que essas curiosidades devem ser saciadas dentro do lar, evitando que ele busque informações em outros lugares, como na internet ou com os amigos. Informações adquiridas em lugares inapropriados podem causar danos na formação do adolescente e estimular hábitos irregulares, como por exemplo, sexo sem camisinha.

 

Os pais que apresentam dificuldade em conversas com os filhos devem buscar alternativas, como ajuda de psicólogos, e ginecologistas.

 

A família de Nathália de 17 anos começou a se preocupar com a sexualidade da filha a 4anos. O casal Creumar Lage e Sebastiao da Costa, enfrentaram muita dificuldade em dialogar o assunto com a filha, onde eles preferiram encaminha-la para uma médica ginecologista, para orientar e aconselhar a filha.

A adolescente diz que prefere conversar com a médica do que com os pais. “Eu me sinto mais a vontade com a médica, pois sei que ela não vai me julgar por nada”.

 

Família reunida, mas o assunto sexo ainda é tabu. Foto: Jéssica Pereira

Família reunida, mas o assunto sexo ainda é tabu. Foto: Jéssica Pereira

 

De acordo com a Professora de Psicologia do Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora, Marlene Martins, essa atitude dos adolescentes buscarem informações em outros lugares do em casa, ocorre quando o adolescente tenta buscar alguma informação com os pais e são ignorados. Ela ressalta a importância de não mentir, independentemente da idade, e como romper esse tabu que é o assunto sexo.

 

Escute a conversa completa aqui.

 


 

A melhor alternativa para os pais terem um bom diálogo com os filhos é começar a responder as perguntas sempre que elas aparecerem. De acordo com a Psicóloga, não existe uma idade ideal para abordar o tema, se há curiosidade ela deve ser respondida.

 

“O assunto tem que ser tratado com controle, mas com confiança e sem brigas e discussões. O ideal é a que a conversa seja franca e sem mentiras”, afirma a psicologa Marlene Martins.

 

Como acontece na casa da comerciante Thamires Andrade, que tem um filho de 8 anos que já toca livremente no assunto. Ela explica que esse tema tem se torna cada vez mais presente, por causa dos assuntos na TV, internet, e com os colegas de escola.

Mãe e filho usam a conversa como forma de união.

Mãe e filho usam a conversa como forma de união. Foto: Jéssica Pereira

 

“Eu procuro sempre esclarecer as duvidas dele, mas me preocupo muito. Porque ele ainda é uma criança e ainda não sabe diferenciar certas coisas e entender bem a importância do sexo”, ressalta a preocupação da mãe.

 

Veja o vídeo completo aqui.

 

A psicóloga alerta que esse tipo de aproximação familiar é o mais ideal. Pois a criança já cresce com confiança nos pais. E o resultado disto é que já crescem com a opinião mais formada e com consciência de como deve ser tratado o assunto “sexo”.


 

 

A conversa

A melhor, e primeira forma de conversar sobre sexo é se livrar de estereótipos e preconceitos. É muito importante alertar sobre tratamentos conceptivos, e sobre o uso de camisinha.

Lembre-se que a maturidade sexual desse futuro adulto depende de como o assunto será abordado enquanto ele é criança. Deixe para a vida apenas o papel de aplicar a teoria na prática, sempre no momento adequado de acordo com a maturidade de cada um.

 


 

Saiba sobre doenças sexualmente transmissíveis.

 

Cuidados na primeira relação amorosa, e como ficar seguro. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: