Skip to content

Medicina alternativa pode curar?

Por Natália Ferreira

Publicado em 05/08/13

Chá de Erva Cidreira é bom para acalmar os nevos, Chá de Louro para o estômago e para fazer temperos, Chá de Era terrestre cura gripe de criança, xarope de Guaco para acabar com a pneumonia e aliviar a tosse… receitas caseiras que  cruzam gerações e,  segundo os adeptos, além de funcionar não custam caro.

A Juizforana Terezinha Maria de Jesus, 82 anos, tem uma horta em casa cheia de ingredientes. Desde pequena aprendeu a usar as plantas em favor da saúde: “quando a gente era novo não tinha esse negócio de ir ao médico pra tudo igual tem hoje, era no quintal que a mamãe ia e curava todo mundo”. Mãe de 7 filhos e avó de 22 netos , a aposentada conta que eles  “passam primeiro pela casa da avó”, antes de ir tomar medicamentos.

Terezinha aprendeu com a mãe o que sabe sobre as plantas e suas propriedades curativas. Ela acredita que a medicina ainda não explorou tudo o potencial que a natureza oferece e garante que as receitas que passaram de geração em geração não vão sair tão fácil do gosto dos brasileiros.

Outra alternativa à medicina tradicional que tem encontrado muitos adeptos em Juiz de fora é a Homeopatia, uma técnica que veio para o Brasil em 1840 e desde 2006 integra o  SUS, sistema único de saúde, como forma de tratamento.

Na homeopatia o paciente que apresenta sintomas de determinada doença recebe doses extremamente diluídas de compostos que são vistos como causas de doenças para pessoas saudáveis. A ideia central desta técnica é de que “semelhante pelo semelhante se cura”.

O homeopata, Antônio Campos, avalia que ainda existe muito preconceito por parte dos próprios médicos quanto a esse tipo de tratamento. Apesar disso, considera  que esse cenário de desconfiança tem diminuído bastante e que até mesmo o SUS, Sistema Único de Saúde, já adotou a medicina homeopática como forma alternativa para alguns tratamentos.

Antônio conta que muitos pacientes já chegam nos consultórios tendo a homeopatia como último recurso para cura de doenças. “Já ouvi muitos pacientes dizerem: _ doutor eu não acredito muito nisso não, mas como já tentei de tudo e não deu certo vou fazer o que você me orientar. É legal depois ver a recuperação, os resultados efetivos e dar mais qualidade de vida aos pacientes”.

Rosane da Páscoa Ferreira, modelista, tem dois filhos que utilizam a homeopatia. Ela acredita que o tratamento atenua os sintomas, mas que a cura da doença já é “outra história”. Para a modelista o custo benefício é o que motiva muitos pacientes a seguir por este caminho.

A OMS, Organização Mundial de Saúde, adverte que deve se ter atenção quanto ao tipo de tratamento e quanto a doença que atinge o paciente. A organização condena o uso de tratamentos alternativos, como a homeopatia, para combater doenças consideradas pela organização como  perigosas como aids, tuberculose, diarreia infantil, influenza (Gripe) e malária.

Os especialistas alertam: seja de forma caseira, pela homeopatia ou pela medicina tradicional é necessário sempre se ter a orientação de um profissional antes de ingerir qualquer tipo de medicamento. Isso porque o atraso do tratamento, a utilização de substâncias sem uma orientação de um especialista pode causar riscos a saúde e levar até mesmo a morte.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: