Skip to content

Facebook se torna aliado na busca por animais desparecidos

Postada em 08 de abril de 2014, por Jéssica Pereira

Atualizada em 09 de abril as 19:30

Donos de animais desaparecidos usam a internet como ferramenta para localizar seus animais.

Cresce o numero de animais abandonados em Juiz de Fora.

Cresce o número de animais abandonados em Juiz de Fora. FOTO: Jéssica Pereira

              Um grande aliado na busca de informações sobre cães desaparecidos na cidade é a internet. Por meio de seus recursos possibilita a divulgação rápida e eficaz de informações que alcançam um grande número de pessoas, por isso, muitos donos de animais desaparecidos estão usando as redes sociais para tentar localizar seus bichos de estimação.

                Em Juiz de Fora já existe uma iniciativa desde de 2012, quando foi criado um grupo no Facebook com o intuito de compartilhar informações sobre animais desaparecidos pela cidade. Desde que se iniciou o grupo só teve bons resultados, como conta a administradora da pagina Cristina Cardinelli. “O grupo é aberto a todos, com objetivo comum que é ajudar os animais, retira-los da rua, e tentar ao máximo divulgar suas fotos e características afim de reencontrar sua família, ou uma nova família que com ele possa ficar. A pagina é um trabalho coletivo que tem trago ótimos resultados”

Confira na entrevista com a Administradora da página, como proceder no grupo para ter suas informações divulgadas, e contribuir para finais felizes. Escute aqui.

Cristina também conta sobre o momento que perdeu sua cadela no centro da cidade, e  sobre os casos mais marcantes que a página auxiliou o reencontro. Escute aqui.

 


Animais desaparecidos

Animais Desaparecidos em Juiz de Fora.

           O grupo conta com 1744 membros, que trabalham em prol dos animais que foram abandonados, ou que fugiram de casa, e dentro deste trabalho podemos encontrar muitas belas historias como da autônoma Renata Maria que divulgou o desaparecimento do seu cãozinho, que com a ajuda dos membros do grupo foi encontrado em poucos dias.

 “Por um deslize o portão ficou mal fechado, e o Brad fugiu. A sensação de não encontra-lo foi angustiante, como se tivesse tirado o meu coração de dentro do peito. Eu não conseguia dormir, nem comer, foram os 3 piores dias da minha vida. Mas graças a ajuda do grupo que divulgou a foto dele pra mais de 300 pessoas, foi possível reencontra-lo”.

             Para a também administradora da pagina Vanessa Michelon, a importância do grupo do dos animais desaparecidos tem ajudado muitas famílias aqui em Juiz de Fora. “É horrível passar pela sensação de não saber pra onde nosso amigo foi, e é ai que a pagina começa a funcionar. Fazendo a divulgação entre os donos de animais e simpatizantes a possibilidade de encontra-lo com mais rapidez é maior. Quando uma pessoa entra no grupo, automaticamente ela em seu cotidiano fica em alerta quando se depara a um cão ou gato na rua, e assim que pode compartilha a informação, se viu, resgatou, achou… a página se torna quase de utilidade publica”.

                     Outro dado importante que a internet contribui no aspecto canino, é pelo lado da adoção. Muita vezes os animais que não retornam para suas famílias, precisam de um lar, e aproveitam a rede social para a divulgação de uma nova família para o animal.

A página Adoção de animais em Juiz de Fora, proporciona feiras de adoção regularmente pela cidade, e divulga animais pelo facebook, o que tem facilitado as adoções, de acordo com os organizadores da página.

                    Enquanto muitos usam a rede social só para novas amizades e manter contatos, o grupo procura evitar que animais fiquem sozinhos nas ruas e corram riscos de serem atropelados, como afirma a voluntaria da pagina e responsável na área de comunicação da Sociedade Protetora dos Animais de Juiz de Fora Vanessa Michelon“O grupo é muito importante na tarefa de amenizar o sofrimento tanto do animal, quanto da família. Quanto maior o tempo deste animal na rua, maior o risco que ele sofra algum acidente e até morra”.


 Sociedade Protetora dos Animais

Feira de Adoção Sociedade Protetora dos animais. Foto: Jéssica Pereira

             Os animais que são resgatados pelos simpatizantes da causa, e que não podem ficar com os animais, são encaminhados ao abrigo da Sociedade Protetora dos Animais, que fica na BR040 km 787, onde ficam temporariamente a espera de adoção. E o retorno nas redes sociais é feito novamente na pagina da ONG, com fotos e características para a divulgação deste animal para adoção por toda a cidade.

                 O abrigo conta hoje com cerca de 450 animais, entre gatos e cachorros, e conta com a boa ação de voluntários para organizar feiras de adoção, limpeza nos canis e eventos beneficentes com a renda voltada para a sustentação do abrigo. No próximo domingo dia 13, o abrigo vai realizar o mutirão “Mao nas patas”, das 10 da manha as 16 horas, neste evento o abrigo estará de portas aberta a todos, seja, para participar das atividades, conhecer os animais e ate mesmo escolher um animal para adoção.  Essas e outras informações podem ser esclarecidas na pagina da ONG.

Saiba como ajudar.

Multirao Mão nas Patas

Mutirão Mão nas Patas

 


                     Adoções em Juiz de Fora.

  A Associação Vida Protegida JF também busca a melhoria de vida aos animais na cidade. O grande índice de abandono é uma realidade assídua em Juiz de Fora como afirma  Presidente da Associação Vida Protegida Jussara Araujo. “Hoje estamos com 30 cães para adoção. Três cães estão internados, e precisamos de ajuda para as despesas nas clínicas, patê de sustentação (Recovery), ração, e remédios. Não temos abrigo, pagamos 350,00 reais mensais de diárias para cada cão que resgatamos da rua e ficam num hotel, até conseguir adoção. Nosso gasto gira em média de 7 a 9 mil reais mensais, e só conseguimos suprir algum desses gastos graças a doações de mensalistas e parceiros da causa.”

              O grupo esta organizando a próxima feira de adoção para o próximo mês no campus da UFJF, acompanhe a data do evento pela pagina do grupo.

Campanha de Adoção.

Campanha de Adoção.

                 O Canil Municipal é outra opção de adoção na cidade. Fica aberto à visitação de 2ª à 6ª feira de 9:00 às 10:30 e de 13:00 às 15:30 h. Para adotar um animal a pessoa deve ser maior de dezoito anos, apresentar identidade, CPF e comprovante de residência, estar ciente que este animal irá viver em média 15 anos, necessitando de tempo para cuidar deste animal e prover ao cão uma alimentação adequada, vacinas, vermífugos e cuidados veterinários e assinar um termo se responsabilizando pelo cão. O local conta com cerca de 400 animais disponível para adoção. Mais informações no telefone: (32) 3690-3591 (Liza Nery) ou e-mail: canil@demlurb.pjf.mg.gov.br.

Veja fotos dos animais disponíveis.


PROCURA SE

               Outra pagina de nível nacional que é muito requisitada na procura de animais, é a “PROCURA-SE CACHORRO”, que busca por cãezinhos perdidos em todo país. A ferramenta, construída a partir do sistema de mapas e localização da tecnologia Google, cadastra os animais perdidos e encontrados, cruza informações e envia alertas que possam ajudar os donos. Além disto, o site disponibiliza um cartaz automático para auxiliar ainda mais na procura do seu bichinho. Basta imprimir o modelo, preencher e espalhar pela cidade. Saiba mais aqui!

MAPA JUIZ DE FORA

Site tem algumas marcações de cachorros perdidos na cidade.


 

 

Galeria de animais desaparecidos e encontrados na cidade.

 

Galeria de animais para Adoção.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: