Skip to content

Efeitos do pornô na mente humana

Por Elisa Macedo

Postado em 28 de abril de 2014

Atualizado às 23:53

O professor adjunto da Southern Oregon University (EUA),  Gary Wilson, aponta os perigos da internet em seu trabalho. Ele ficou conhecido nas redes sociais após divulgar o resultado de suas pesquisas em um congresso que foi parar no Youtube, discorda de que o acesso à pornografia não traga prejuízos, principalmente para os garotos.

Ele destaca que o acesso facilitado à internet intensificou a busca pelo conteúdo sexual e por causa dessa facilidade, a dependência tem se tornado frequente entre os usuários de sites pornô.

Em seu trabalho, Wilson apresenta os efeitos que a pornografia causa no cérebro humano, explicando detalhadamente como o acesso a pornografia dispara substâncias no cérebro provocando efeitos não tão agradáveis como o vício e problemas de desempenho sexual.

Segundo ele, a questão da pornografia se tornou ainda mais complicada para a presente geração por causa da internet. Com o fácil acesso ao material pornográfico gratuito na rede, muitas pessoas acessam diariamente sites sobre o assunto, criando uma dependência que pode ser comparada ao vicio em drogas como o álcool, por exemplo.Cambridge.300

Alguns abandonam a busca por um parceiro/parceira real para ficar apenas com a vida de self satisfação virtual.

Luana Alencar, graduada em Comunicação Social pela UFJF, 22 anos, está na mesma situação que Douglas. Ela, por ter consciência, a partir de experiência de alguns de seus amigos, que essa prática pode gerar dependência, preferiu nunca chegar perto dos pornôs.

Pelo vídeo, parece que o fato de meninas também buscarem conteúdo pornográfico, seja na internet ou em outros meios é ignorado. Mas, não é por ser ignorado que isso não é uma verdade.

A entrevistada, que preferiu se identifica como JO, começou a assistir cenas de sexo na TV e em revistas aos 12. Ela confessa gostava de ver as cenas, mas com o tempo foi perdendo a graça, principalmente depois que se tornou evangélica.

Um ponto que vale destaque na pesquisa de Wilson, é que os efeitos danosos da pornografia na mente humana é muito mais violento para jovens e adolescentes do que em homens mais velhos.

Isso porque segundo ele, os jovens são pegos pela pornografia no momento em que estão na formação do que podemos chamar de sua “descoberta sexual”, um perigo a ser considerado quando essa “descoberta” é feita através de conteúdo pornô. Sem falar que é na puberdade que os seres humanos estão mais susceptíveis a desenvolver vícios.

Vale lembrar que problemas sexuais afetam diretamente a vida dos indivíduos e sua rotina sexual, de acordo com o estudo, que pode ser visualizado com mais detalhes no site Your Brain Porn, disponível apenas na língua inglesa .

No site é possível encontrar depoimento de pessoas que abandonaram a prática e as mudanças apresentadas em seus comportamentos.

Muitos já têm se atentado para os danos que a pornografia pode causar, contando até com uma rede social específica para quem deseja abandonar os pornôs.

 

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: