Skip to content

Cliente ou concorrente

Profissionais de maquiagem dão cursos profissionalizantes para clientes correm o risco das clientes se tornarem novas concorrentes.

Júlia Fracetti

03/07 às 14:37

Há poucos anos, os profissionais de maquiagem eram acionados em ocasiões muito especiais como formaturas, casamentos e outras noites de gala. Com o advento da tecnologia e a popularização dos produtos, a busca pelas maquiadoras aumentou e os preços dos serviços se tornaram mais acessíveis.

Alcilene dos Santos é maquiadora profissional há 14 anos e conta que a clientela mudou bastante depois das novas ferramentas de divulgação. “Antes nós cobrávamos bem mais caro pelo serviço, já que ele era solicitado só quando a ocasião fosse muito importante. Agora que os produtos ficaram mais baratos, e a profissão se popularizou, mesmo com o preço ficando mais viável, a demanda aumentou bastante e pra diversas ocasiões”, comenta.

Alcilene também trabalha em uma loja de cosméticos que dá cursos de auto maquiagem para as clientes. Segundo ela “o curso é uma campanha da franquia, mas divulga bastante a qualidade dos produtos vendidos na loja, mas não torna nenhuma aluna uma profissional de maquiagem”.

 

Gabriela Galdino (Foto: acervo pessoal)

Gabriela Galdino (Foto: acervo pessoal)

Gabriela Galdino também é maquiadora profissional. Ela conta com várias redes sociais para divulgar seu trabalho como Facebook, Instagram, website e divulga vídeo-aulas no YouTube.

Para Gabriela, “o curso de maquiagem acaba sendo, intuitivamente, uma forma de divulgar meu trabalho, todavia não é por este motivo que invisto nessa forma de trabalho e sim pela minha paixão de ensinar” e completa “as vídeo-aulas são mais dicas de maquiagens do que um curso profissional. Gosto de dar essas dicas de acordo com a época, semana passada eu fiz um vídeo com maquiagem pra Copa, por exemplo.”

 

Gabriela no curso de maquiagem (Foto: acervo pessoal)

Gabriela no curso de maquiagem (Foto: acervo pessoal)

O curso que Gabriela dá é profissionalizante.Mesmo correndo o risco de perder uma cliente que vire uma maquiadora, Gabriela não pensa dessa forma, “Uma cliente minha que posteriormente vire uma aluna, vai ser sempre minha cliente e olhar minhas alunas reproduzirem o que eu ensinei é uma honra. Até porque os traços da arte de maquiar sempre são diferentes, mesmo usando a mesma técnica para se chegar o resultado”.

Tanto Alcilene quanto Gabriela demonstraram muita paixão pelo trabalho de maquiadora.Segundo Gabriela “Faço isso por amor e não pelo retorno. Trabalhar como Maquiadora me trás um retorno muito maior.”

Alcilene que trabalha na loja de cosmético e também é maquiadora concorda em parte com Gabriela. “Ensinar as clientes a maquiar é muito gratificante, mas um profissional de maquiagem não se forma com esses cursos básicos. Existe todo um estudo de cores e formas que nós passamos. A cliente que fez o curso pode até ser uma futura concorrente minha, mas ela precisaria se profissionalizar muito mais, mas infelizmente já perdi algumas clientes que fizeram esses cursos de iniciantes”.

Confira algumas fotos dos cursos de maquiagem:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: