Skip to content

Mario Helênio a todo vapor!

 por Jéssica Dias

postado em 23/06

1486655905(1)

Obras de reforma devem durar cerca de dois meses – Foto: Divulgação

Inaugurado em outubro de 1988 e chamado originalmente de estádio regional, o Estádio Municipal Radialista Mario Helênio deu início as obras de reforma este mês. As obras, que iniciaram durante a Copa do Mundo fazem parte de um pacote de medidas que visam modernizar o estádio.

A princípio planejada para o ano de 2013, as obras só saíram do papel após a liberação da Caixa Econômica. O secretário de esporte e lazer, Fancisco Canalli, explicou de onde saiu a verba. “Na verdade já existiam R$ 800 mil para a reforma e quando assumimos a secretaria trabalhamos pra estender o prazo de execução, que já estava quase perdido e também a suplementação dessa verba junto ao ministério de esportes. Viajamos a Brasília, enviamos documentos sobre a necessidade de reforma e assim conseguimos um adicional de quase R$ 1,5 milhão”.

Ouça a estrevista com o secretário de esporte e Lazer

O plano de reforma contempla principalmente o gramado e vestiários, setores que demonstram mais visivelmente as marcas do tempo. “O principal é o tapete de grama, e na sequencia teremos também a reforma dos vestiários, que deixará o Mario Helênio nos padrões oficiais dos grandes estádios. Nós já passamos pelo processo licitatório da grama, já que nos permite trabalhar com maior rapidez, devido o valor não ultrapassa R$ 150 mil”. O secretário afirmou que outros setores, inclusive o placar, também entrariam no processo. “Estamos providenciando para que setores como cabine de imprensa; trabalho de monitoramento permanente, que trará maior segurança de quem frequenta, além de melhorar o trabalho da polícia militar nos dias de jogos; e claro, o tão sonhado placar eletrônico, estejam incluídos nessa reforma”.

estadio3

Moacyr Toledo é um dos administradores do estádio – Jéssica Dias

Para o atual administrador, que viveu anos de glória como jogador do Tupi, Moacyr Toledo, ficam as lembranças da importância do estádio. Ele relembra da época que jogou lado a lado do rei Pelé e do grande Zico. “A inauguração foi muito marcante, o estádio lotou pra ver o Flamengo jogar, com mais de 70 mil pessoas. Aqui também já vieram o Pelé e Zico, e eu joguei contra eles. Isso foi na época em que o Tupi ficou conhecido como o ‘Fantasma do Mineirão’”.

Apaixonado por sua profissão e principalmente pelo lugar onde brilhou, Toledo não esconde seu desejo em ver o estádio sendo palco de vários eventos. “Poderia ter outros eventos, poderiam ter shows, porque todo lugar faz isso sem prejudicar nada. Basta colocar um palco atrás da trave e fazer com que o lugar vire também uma atração, pra afinal de contas, não ficar reformado recebendo apenas um jogo por mês”. Sobre o assunto, Francisco Canalli diz já tomar providências. “Estamos começando a estudar e fazer levantamento de alguns projetos, para que o estádio reformado, com mais estrutura e segurança, possa receber outros eventos, seja na área de esporte ou não”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: