Skip to content

Cresce em 200% o número de pessoas com mais de 50 anos que acessam a Internet

Ana Lúcia Pitta

Postado em 21/08/2013

Será que existe, realmente, uma época certa para viver cada experiência? Passar horas na internet, conhecer pessoas pela web, desenvolver sites e se divertir com jogos, são atividades que estão liberadas somente para os mais jovens? Cada vez mais as respostas para essas perguntas são um sonoro: não.  Apesar do acesso à internet ainda ser dominado pelos mais novos, o número de pessoas que já passaram dos 50 anos e navegam pela rede mundial de computadores cresceu, de acordo com pesquisa divulgada pelo IBGE no início desse ano, 222, 3% entre 2005 e 2011.

NINA

Além de seu perfil no facebook, Fátima de Castro também administra uma página onde vende os artesanatos feitos pela mãe e pela irmã, que ainda são avessas à rede social

A dona de casa Fátima Maria de Castro está entre as mais de cinco milhões de pessoas com mais de 50 anos que passaram a utilizar a internet no período analisado pelo IBGE. Fátima conta que se interessou pelas redes sociais ao perceber o tempo que suas filhas, de 16 e 21 anos, passavam no facebook. “Sempre fui muito curiosa, mas confesso que tinha até mesmo um pouco de medo da internet. Mas eu sabia que precisava resolver isso, e, aos poucos, minhas filhas criaram um perfil para mim e foram me explicando como tudo funcionava ali.” Conta.“Hoje, já encontrei pelo facebook uma prima que foi viver na Suíça e há muito tempo eu não encontro, ela manda notícias de lá, eu falo das coisas por aqui, é maravilhoso”, comemora Fátima.

Mas a internet já está preparada para receber as pessoas com mais de 50? Segundo a analista de mídias sociais Isabela Lage, a maioria dos sites ainda não pensa nesse público. “Ainda é difícil encontrar reportagens segmentadas para essas pessoas em sites de notícias, por exemplo. Além disso, em muitas páginas, até mesmo em sites direcionados para a terceira idade, ainda é possível se deparar com letras muito miúdas, ou em cores muito claras, que dificultam a leitura”, analisa. Entretanto, ainda de acordo com Isabela,  o aumento do acesso à internet poderá contribuir para que esse panorama se modifique. “Quanto mais pessoas da terceira idade passaram a ter contato com sites e redes sociais, mais elas poderão reivindicar modificações cruciais desses meios”.

Em Juiz de Fora, uma iniciativa tem aproximado, ainda mais, idosos e internet. O Pólo de Enriquecimento Cultural da Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF, realiza cursos de informática destinados à terceira idade. As aulas acontecem de segunda a quinta-feira, nos turnos da manhã e da tarde, na Casa de Cultura. A estudante Ana Carolina Pinto, de 19 anos, ministra as aulas de informática para o grupo, e conta que é perceptível a diferença com que as pessoas mais jovens, e as mais idosas, interagem com a tecnologia. “Para as pessoas mais novas, a internet, tablets, celulares mais desenvolvidos, são coisas muito naturais, cotidianas. Já as pessoas que já passaram dos 60, 70 anos, precisam reaprender a vivenciar o dia-a-dia atrelado a essas novidades”, acredita.

“Cada vez mais, as pessoas da terceira idade derrubam aquele tabu de que os mais velhos devem ficar em casa, quietinhos. Eles se movimentam cada vez mais, e a internet potencializa isso de maneira incrível”, afirma Ana Carolina, que acredita que a tranquilidade e a explicação detalhada são a chave para os idosos que estão aprendendo a navegar na internet. Ouça aqui, mais dicas da professora.

Por fim, Ana Carolina conta que, para além das redes sociais como o facebook, os sites com informações acerca de cuidados com a saúde e dicas para uma terceira idade cada vez mais ativa estão entre os prediletos de seus alunos e alunas, que têm entre 60 e 85 anos. A partir disso, a  analista de mídias sociais Isabela Lage indica e comenta sites interessantes que tratam de questões relativas à saúde e envelhecimento saudável, sem tabus:

IDOSOS

Com a popularização da internet entre os mais velhos, os sites direcionados a este público tendem a se tornar cada vez mais comuns

Site da 3° Idade: ao acessar o site é possível perceber que ele foi pensado para pessoas idosas. A maneira mais simples como as informações são distribuídas, as letras grandes e em negrito ajudam na leitura e na navegação. O conteúdo aborda questões referentes à saúde, aposentadoria, além de trazer muitas notícias. Ótima pedida.

Portal Terceira Melhor Idade: esse site também é muito completo e facilita a navegação. Além disso, o Portal oferece cursos online, em vídeo, dicas de jogos e vídeo-aulas de informática e internet para a terceira idade. Vale a pena conferir e indicar as aulas para as pessoas idosas que estão começando a aprender agora.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: