Skip to content

De P-MC a Oldi- Juiz de Fora volta a brilhar na cena Hip Hop do país

grafite

Por Sérgio Júnior

Atualizado as 19:55

Quebrar preconceitos, reduzir os efeitos das desigualdades sociais, tentar acabar com o racismo, mudar uma comunidade através da arte são os objetivos da cultura hip hop. Isso mesmo, a cultura hip hop vai além de um simples estilo musical, trata-se de uma cultura inclusive, voltada para o coletivo, que tem a arte como forma de expressão. Música, dança e artes plásticas são parte dos elementos dessa cultura.

A cena do Hip Hop tem muita história e é muito forte na nossa cidade. O movimento começou a surgir por volta do fim dos anos 80, inicio dos anos 90. Tudo de forma muito despretensiosa, com encontro de pessoas que curtiam música negra em bailes que tocavam esse tipo de som. E exatamente no meio desse ambiente, foram surgindo os primeiros grupos de bleakdance na cidade e as pessoas começaram a se envolver com o movimento cultural que estava surgindo. Hoje Juiz de Fora é uma cidade que vem exportando artista do gênero para todo o país, como é o caso do Pedro Resende, conhecido com Pedro Oldi.

O primeiro grande nome da cena hip hop em Juiz de fora, foi o Paulinho, conhecido como P-MC. Ele era na época organizador dos bailes mais famosos da época e aos poucos ele foi introduzindo suas rimas e trazendo novos elementos do hip hop que iam surgindo fora da cidade. E essa cena de encontros promovidos por Paulinho, foi aos poucos saindo das periferias, da zona Leste da cidade, e se consolidando em encontros no centro.  E isso se manteve até meados dos anos 90, quando o P-MC se mudou para São Paulo e esses encontros foram se perdendo com o tempo.

pmc_revolucaonovosideais

( Ouça a música de P-MC )

36599_10200742286423228_1316512109_nLia Rezende, estudante de Comunicação e pesquisadora da cena Hip Hop em Juiz de fora, diz que a figura de P-MC era a sustentação do movimento na cidade e afirma que após a saída dele o hip-hop foi perdendo força. “Depois que PMC foi embora, o funk começou tomar conta das periferias da cidade. E o movimento se perdeu completamente por anos”

Para muitos representantes do movimento, o auge do hip hop na cidade foi entre os anos de 2003 e 2007, quando os eventos na cidade foram ficando cada vez mais fortes e os movimentos cada vez mais respeitados. E os méritos disso, estão sempre associados a Jagal, um dos fundadores do JF-CRIU. A figura de Jagal é vista com muito respeito por todos aqueles envolvidos na cena juizforana. Em 2007 Jagal morreu inesperadamente e abalou toda cultura Hip-Hop que vinha se consolidando em Juiz de Fora. Erê dos Palmares, é um dos mais importantes representantes da cena hip-hop em Juiz de fora e  fala da importância de Jagal. “ Ele trazia muita coisa de fora para cá. Ele até hoje é muito conhecido no Rio de Janeiro, tem muita moral com o pessoa do movimento de lá. Jagal ainda está vivo por aqui, pulsante.”

Assista o vídeo abaixo e entenda a importância de Jagal para a cultura Hip Hop não só em Juiz de Fora, mas em todo país.

Lia Rezende, pesquisadora do movimento Hip Hop em juiz de fora, fala sobre o quanto esse período antes da morte de Jagal foi importante para o movimento.

Em 2010 alguns remanescentes do grupo organizado por Jagal, se reuniram e fundaram a Associação de Hip Hop de Juiz de fora. Isso fez com que o movimento voltasse a ganhar uma cara e buscasse novos horizontes. Igor Tenxu, presidente da Associação de Hip Hop de Juiz de Fora, analisa a atual cena do movimento na cidade.

Atualmente a nova referencia do Hip Hop na cidade é Pedro Rezende, conhecido como Mc Oldi, que idealizou e é um dos organizadores do Encontro de Mc’s, evento que acontece pela cidade desde 2011. De lá para cá, Pedro vem se consolidando na cena Hip Hop do país, já participou de uma série de batalhas de MC em outras cidade, mas ainda sim encontra dificuldade de viver disso e de quebrar todos os preconceitos.945664_392426944195173_949195009_n

( Veja uma das batalhas de Oldi)

Oldi acaba de lançar o seu primeiro vídeo clipe de uma música de sua autoria, Breve Delírio, que já teve quase de 4 mil acessos no Youtube em um mês. Confira abaixo o clipe da nova promessa do Hip Hop juiz-forano.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: