Skip to content

Brasil x Portugal: uma relação peculiar

Por Monise Vieira

04/05/2014

Nesta segunda-feira, dia 5 de maio, é comemorado o Dia da Língua e da Cultura Portuguesa. A data foi lançada em 2005 na Angola, e oficializada quatro anos depois (em julho de 2009), quando os países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) se reuniram e chegaram ao acordo da Resolução da XIV Reunião Ordinária do Conselho de Ministros.

Há 514 anos, as caravelas de Cabral aportaram no “Monte Pascoal”, território onde hoje é o Brasil. Apesar de logo terem começado a catequização de índios e a exploração do território brasileiro, apenas em 1532 os portugueses estabeleceram sua primeira colônia nas terras tupiniquins.

Além do idioma, nós também herdamos dos nossos colonizadores muitos costumes, tradições, crenças, receitas culinárias, entre outros elementos que estão enraizados ao nosso cotidiano.

A historiadora Gislene Lacerda explica que Portugal é responsável, em grande parte, pela formação da cultura brasileira e que a relação com o Brasil foi marcada desde o início pela dominação.

“A relação entre Brasil e Portugal sempre foi marcada pela dominação por parte de Potugal, imposição da língua, exploração do trabalho nativo, do território e a retirada das riquezas brasileiras. Mas houve também um sincretismo, uma mistura muito grande dessa cultura, e Portugal tem as marcas na formação da cultura brasileira” explica a historiadora.

Ouça o áudio:

Gislene fala ainda que o principal prejuízo brasileiro é não possuir um elemento de definição da própria cultura, que sofreu influência de três principais etnias: nativos indígenas, colonizadores portugueses e escravos africanos.

Ouça o áudio:

Comunidade Portuguesa em Juiz de Fora

Em Juiz de Fora, a cultura portuguesa é representada pela Associação Portuguesa de Juiz de Fora, também conhecida como Sociedade Portuguesa – localizada na Av. Guadalajara, nº 535 – Aeroporto.

O vice-presidente da Sociedade, Antônio Fernando Fernandes Leite, de 72 anos, é português e conta que a colônia portuguesa na cidade diminuiu bastante devido ao falecimento, pela idade, de muitos portugueses.

“Já teve aqui em Juiz de Fora uma base de 600 portugueses pra cima, mas muitos faleceram e hoje a colônia gira em torno de 100 portugueses mais ou menos”, comenta.

Antônio explica ainda, que clube não comemora o Dia da Língua e da Cultura Portuguesa, estabelecido pela CPLP, e sim o “Dia da Raça” (http://www.calendarr.com/portugal/dia-de-portugal/), como é conhecido o Dia de Portugal, que acontece em 10 de junho.

Ouça o áudio:

Tradições portuguesas presentes na cultura brasileira

Glauco Caixeiro e seu avô  Joaquim de Souza Caixeiro (Foto: Arquivo Pessoal)

Glauco Caixeiro e seu avô Joaquim de Souza Caixeiro (Foto: Arquivo Pessoal)

Mesmo após quase 200 anos de independência em relação a Portugal, o Brasil ainda mantém enraizadas muitas tradições portuguesas, como, por exemplo, elementos da culinária e da religião. Algumas famílias, como a do autônomo Glauco Caixeiro,  possuem, ainda nos dias de hoje, hábitos trazidos pelos ancestrais do velho continente.

O autônomo conta, que a história de sua família com a cultura portuguesa começou com a vinda de seu avô para o Brasil, no começo dos anos de 1900, e que até o time de futebol é uma herança portuguesa.

Ouça o áudio:

Caixeiro ressalta também a importância da tecnologia, que tem auxiliado no contato com outras famílias de mesmo sobrenome, e fala da vontade de conhecer a terra do avô, que morreu no Brasil sem ter voltado a Portugal.

Ouça o áudio:

Galeria de fotos

Brasileiros em Portugal

Apesar da, considerada, boa fase econômica brasileira e da crise que assolou a Europa nos últimos anos, os brasileiros ainda são a comunidade mais representativa em Portugal. De acordo com o relatório do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) de Portugal de 2011 (o mais recente encontrado disponível), cerca de 119 mil residentes do país são brasileiros.

A estudante de arquitetura Paula Vasconcelos é um deles. A jovem, de 23 anos, está realizando um intercâmbio na cidade do Porto e conta um pouco da sua experiência no país.

“O país tem me surpreendido positivamente a cada dia. Que tipo de crise é essa onde toda a noite de outono um caminhão passa limpando as ruas que estavam cheias de folhas secas durante o dia? É claro que existem problemas ocasionados pela crise, e os Portugueses são afetados diretamente por conta do trabalho e do dinheiro. Mas para nós, brasileiros, é incrível ver que tudo ‘parece funcionar’ mesmo em meio aos problemas”, comenta.

Paula explica que outra surpresa são as piadas que ouvimos, que na verdade são “causos”. “Essas anedotas são decorrentes da forma de pensar das pessoas que, aqui, levam tudo ao pé da letra. Se só perguntarmos ‘você sabe onde fica a rua tal?’ eles vão responder ‘sim’ e sair andando. Mas não estão errados! É só diferente, e consequentemente, para nós, muito engraçado!”, explica.

Para a intercambista, a relação cultural Brasil x Portugal é muito íntima. “Muitos portugueses têm família no Brasil, e têm muita vontade de visitar o país. Eles consomem muito de nossa cultura, a partir de novelas e músicas. E apreciam muito o que temos a oferecer. Admiram nossa beleza natural, nosso desenvolvimento”, ressalta.

Mas Paula destaca que a visão dos lusitanos em relação aos brasileiros é muito relativa, e que o ambiente e a situação podem desencadear diversas opiniões.

“Eles nos tratam com muita atenção e tomam cuidado para falarem de uma forma que entendamos. Entretanto, em situações adversas, principalmente em festas, as conversas podem ser menos abertas e ofender um bocado. Por exemplo, o olhar sobre as brasileiras tem uma carga histórica preconceituosa, de quando muitas vinham para o país ganhar a vida e ‘roubavam’ os maridos das portuguesas. Com os homens há aquela desconfiança pelo mito de sermos todos malandros, aproveitadores. Portugal é um país com muitos idosos, que trazem consigo um preconceito mais forte, e em relação também à cor, por exemplo. Mas todos esses aspectos negativos não influenciam nosso cotidiano, e são esporádicos. A visão geral é muito positiva!”, explica.

Assista o vídeo e saiba um pouco mais da cultura portuguesa:

 

 

 

 

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: