Skip to content

Declaração de Imposto de Renda: veja as principais dúvidas dos juizforanos

Publicado por Daniela Ananias em 25/03, atualizado em 26/03

Advogado avalia as questões levantadas

Advogado avalia as questões levantadas

É tradicionalmente entre março e abril que a Receita Federal estipula a data final para entrega dos dados de Declaração de Imposto de Renda. Esse ano o contribuinte tem até dia 30 de abril para enviar seus dados. Nessa hora começam surgir dúvidas: ‘eu devo declarar?, “isso pode entrar na minha dedução?”, “fulano pode ser meu dependente?”…São apenas algumas das questões que assombram quem tem medo de ser pego pelo “Leão”.
O JFHipermídia foi às ruas para tirar as dúvidas de alguns juizforanos. Quem caminhava pelas ruas do Centro perguntou, e o advogado tributário Leonardo Aquino respondeu.WP_20140325_008[2]

Minha esposa e eu sempre fizemos declaração separadas. Mas, ano passado ela ficou sem trabalhar e não teve nenhuma outra renda. Posso incluí-la como minha dependente esse ano? – Marcus Vinícius Navarro, engenheiro
Se ela se enquadrar em todos os quesitos de dependente, não há problema. Assim, devem ser informados todos os rendimentos e as despesas médicas podem ser abatidas. Lembrando que caso haja algum rendimento do cônjuge, ele deve ser incluído.

A idade desobriga o contribuinte de entregar a declaração? – Marcelo Dias, estudante
Não. Não há qualquer relação entre idade e a obrigatoriedade declaração.
Comprei um carro e dei uma entrada em espécie. Peguei um empréstimo no banco, então devo somente ao banco. Como e onde devo declarar o carro e o empréstimo obtidos? Wilson Novato , comerciante
Existe um espaço destinado para cada movimentação. Na ficha “Bens e Direitos” deve ser informada a aquisição do veículo, esclarecendo o nome e CNPJ do vendedor, o financiamento e a forma de pagamento. No campo “Situação na data da compra” informe o valor total pago. Na ficha “Dívidas e Ônus Reais” informe o empréstimo.

Fiz um empréstimo de R$ 8.000,00 para meu filho. Durante o ano de 2013 já recebi R$ 6.800,00. Como faço este lançamento na Declaração do Imposto de Renda? – José Francisco, aposentado
No campo Discriminação da ficha “Bens e Direitos” informe o nome e CPF do devedor e o valor do empréstimo, esclarecendo a parte que foi paga no próprio ano. No campo “Situação em 31.12.2013” informe o saldo a receber.

Fonte: Leonardo Aquino

Fonte: Leonardo Aquino

Imposto sobre bolsa de estudo

Por mês a UFJF paga mais de 10 milhões de reais em bolsas de treinamento profissional, apoio estudantil, iniciação científica, monitoria e muitas outras. Quem recebe esses recursos deve ou não declara-los?

Para esclarecer essa dúvida, que preocupa muitos alunos, o Professor da Faculdade de Economia da UFJF, Wilson Rotatori, indicou como deve-se proceder. Segundo ele “se somados aos outros ganhos do aluno o valor ultrapassar o piso que obriga a declarar, ele deve realizar a declaração. Mas, não precisa se preocupar. Pois, não há tributação em relação às bolsas. Deve mencioná-las no campo de ganhos não-tributáveis.”

Ouça o áudio com a explicação do Professor Wilson aqui!

 

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: