Skip to content

A vista ou parcelado: Como pagar as compras e os impostos

Por Rômulo Rosa

Publicada em 20/01/2014

As lojas utilizam os termos à vista e a prazo (prestação) como marketing para atrair o cliente. Mas nem todas as pessoas sabem calcular qual dessas alternativas compensa mais. O cálculo que utilizamos para descobrir a vantagem do pagamento à vista ou a prazo pertence à matemática financeira.

Sempre quando uma loja opina por aplicar os famosos pagamentos a prazo ela visa vantagem, em sua maioria esse tipo de pagamento nunca é para o cliente mais vantajoso do que o pagamento à vista, e enquanto que para a loja é mais lucrável, pois quando um cliente faz um pagamento parcelado, a empresa ganha em cima do juro pago pelo cliente no financiamento da mercadoria.

Vejam algumas dessas promoções e aprenda a analisar qual é a condição mais vantajosa, ou seja, qual delas o consumidor terá que desembolsar menos. Veja neste vídeo qual é a taxa de juros nestas em com compra parcelada.

O professor Flavio Chakar nos ensina uma conta que  pode esclarecer as duvidas:

Um aparelho de som é vendido à vista por R$248,00 ou 3x de R$100,00 sem entrada. Se o cliente conseguir aplicar o seu dinheiro a 2,8% ao mês, Qual das duas opções de pagamento é mais vantajosa.

Devemos encontrar quanto ele deve aplicar para conseguir pagar o som no final dos três meses:

R$100,00 daqui a 1 mês —– 100 = x (1 + 0,028)1 —– x = 97,28

R$100,00 daqui a 2 meses —– 100 = y (1 + 0,028)2 —– y = 94,70

R$100,00 daqui a 3 meses —– 100 = z (1 + 0,028)3 —– z = 92,09

A soma dos três capitais é o valor que o consumidor irá pagar pelo aparelho de som parcelando esse pagamento em 3 vezes sem entrada.

97,28 + 94,70 + 92,09 = 284,07

Como 284,07 é maior que 248,00, concluímos que mais uma vez o pagamento à vista é mais vantajoso.

IPVA e IPTU: Como pagar?

Já no caso dos impostos o como devemos pagar ? Estados e municípios oferecem a opção de parcelamento ou desconto para pagamento à vista. De acordo com especialistas, o número de parcelas e o percentual do desconto vai definir quando é mais vantagem pagar à vista ou parcelado.

“No caso do IPTU, o parcelamento pode ser indicado para quem não tem recursos imediatos. Mas só para quem não tem recursos. A pessoa tem de estar ciente que vai pagar juros de 1% a 2% ao mês. Têm cidades que o desconto no pagamento à vista pode chegar a 20%, então é bem interessante”, diz Flávio Chakar professor de economia.

Flavio Chakar é professor de economia na Fundação Getúlio Vargas

Flavio Chakar é professor de economia na Fundação Getúlio Vargas

A conta a ser feita é quanto renderia uma aplicação financeira no total de meses que o tributo seria parcelado. Se o rendimento for menor que o desconto, vale o pagamento à vista. Por exemplo, a poupança rende atualmente cerca de 0,8% ao mês, segundo Flávio.  Se o desconto oferecido pela Estado ou município para quitar o imposto for menor que esta taxa, vale retirar o dinheiro da poupança para quitá-lo.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: