Skip to content

Mercado produz joias para homens

Rebeca Trece

Postado em 28/01/14

Se engana quem pensa que homens não são vaidosos. Os cuidados com a própria imagem vêm desde os povos primitivos e suas produções de colares e pulseiras com amuletos contra os espíritos do mal. Nesse sentido, as joias

Público masculino juiz-forano tem procurado por cordões e pulseiras. Foto: Ilustrativa

Público masculino juiz-forano tem procurado por cordões e pulseiras. Foto: Ilustrativa

sempre foram um símbolo de poder e riqueza, usadas não somente pelas mulheres, mas também pelo sexo masculino. Assim, o mercado das joias tem ganhado cada vez mais adeptos, entre famosos e anônimos.

Um levantamento realizado pela consultoria americana Unity Marketing mostra que as vendas para mulheres cresceram 6,5% entre 2007 e 2009, enquanto o percentual para homens atingiu 10% no mesmo período, sem considerar os relógios. Os anéis são responsáveis por 51% das compras de joias, fora as alianças de casamento. A categoria, no entanto, em significativo crescimento é a de braceletes e colares, que cresceu 23% e 21%, respectivamente.

De acordo com Rafaele Fachinetto, diretora administrativa de uma joalheria da cidade, o público masculino juiz-forano tem buscado, com mais frequência, correntes e pulseiras, ainda que haja também uma procura por anéis. “No início, tínhamos apenas produtos para mulheres, mas, aos poucos, fomos percebendo um interesse crescente dos homens por esse tipo de artigo e começamos a agregá-lo ao nosso mix de produtos”. As vendas, conforme a profissional, ainda representam uma fatia pequena, mas relevante, se comparada ao público feminino.

Para Rafaele, o conceito de que homens não são vaidosos tem caído por terra gradativamente. “O público masculino está descobrindo seu espaço no segmento de moda e acessórios. O mercado está evoluindo muito e hoje existe uma atenção maior e especializada voltada para este grupo”, acredita. Ainda que tradicionalmente a opção deles seja por adereços de cor prata, Rafaele tem observado um aumento considerável na venda de peças douradas. “É um gosto atual que revela que os homens estão mais abertos à novas tendências”, reflete.

Além disso, ao seu ver, não há restrições. Vale, porém, não misturar as duas cores. “Costumo dizer que qualquer pessoa, independente do sexo, pode e deve usar aquilo que se sentir bem, construindo sua própria moda. É preciso escolher, apenas, a peça que reflita o seu estilo: tipos, tamanhos e espessuras não faltam”. A diretora administrativa explica, também, que as peças masculinas, em geral, “exigem menos detalhes e são mais básicas. Pedras, por exemplo, praticamente não são usadas. O que varia muito são os tipos de elos – como o Grumet, um dos mais procurados”.

Para a psicóloga Vívian Werneck, os homens estão cuidando mais da aparência, principalmente diante da lei da oferta e da procura. “O mercado oferece cada vez mais produtos para homens e é natural uma atitude levar a outra: aquele que gosta de joias ou semi-joias também cuida do cabelo e do corpo e se submete a tratamentos antes exclusivo para mulheres”, ressalta. Ela pondera, ainda, que o uso desses adereços pelo sexo masculino é interessante e favorável, desde que sem excessos. “Tudo é legal desde que seja bem dosado. Se sentir bem e bonito vale a pena, mas qualquer coisa em exagero não é nada positivo”.

A busca pela perfeição – sejam homens ou mulheres – pode trazer prejuízos à saúde, como ansiedade e depressão. Algumas pessoas, segundo ela, se enfeitam, mas estão infelizes, porque acreditam que nada é suficiente, como no universo dos artistas. “A beleza deles cobrada deve ser externa e interna. É uma busca inconsciente e nunca satisfatória”. Com relação ao preconceito, Vívian reflete que o mesmo, hoje, é muito menor. “A tendência é que isso se normalize. Cada vez mais a mídia influencia no uso de acessórios para homens”. É importante destacar, porém, que existem objetos masculinos e femininos e que a rejeição pode ser influenciada, diretamente, conforme a peça utilizada.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: