Skip to content

Cada fã no facebook representa US$128 de lucro para empresa, diz estudo

Por Ana Lúcia Pitta

Publicada em 14/08/2013

Posicionamento da marca nas redes sociais, valor do like no facebook, desenvolvimento da economia atrelado ao desenvolvimento frenético das redes sociais – esses são alguns dos assuntos cada vez mais discutidos por publicitários, empresários e pesquisadores da comunicação na web, que já se atentam para o fato de que a presença de uma determinada marca no facebook pode ser crucial para o fortalecimento ou crescimento de uma empresa.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Syncapse, empresa norte-americana, é possível calcular um valor para cada usuário que clica em curtir, na página de uma marca ou empresa. Cada fã no facebook representa, de acordo com a pesquisa, cerca de  US$128 de lucro. Esse valor foi calculado levando em conta fatores como a fidelização desses clientes e a quantia que gastam (aqueles que são fãs tendem a gastar mais). O valor dessa nova moeda, o like, tem crescido de maneira acelerada, com um incremento de 128% de 2010 para 2012, ano da última avaliação.

o gato da alice

Página desenvolvida por Alice Linhares já conta com mais de mil fãs.

Apesar da análise ter sido realizada a partir das páginas de gigantes do mercado como Mc Donalds e Adidas, angariar fãs nas redes sociais não é tarefa apenas de grandes marcas no mercado, mas também, daqueles que começam uma pequena empresa ou decidem vender seus produtos de maneira autônoma. A juizforana Alice Linhares é proprietária da marca de acessórios O Gato da Alice, responsável por criar e vender peças como cordões, brincos e chaveiros. A marca tem um blog e uma página no facebook, onde os internautas podem não apenas conhecer e encomendar as peças, mas também, conferir dicas de moda e artesanato.

Formada em Comunicação pela UFJF, Alice lembra que desde os tempos de graduação já havia percebido a importância das redes sociais para o desenvolvimento de seu negócio. “Ainda quando estava na Acesso, empresa Junior da Facom, já consegui perceber a importância de uma marca estar presente nas redes sociais, tanto para se aproximar de seus clientes e simpatizantes quando para ser útil”.

gatomar

Marcela fotografa todos os produtos e divulga as fotos diariamente, na página da marca.

A professora Marcela Ferreira de Castro concilia o tempo entre dar aulas de português, criar artesanatos em tecido e administrar a página da marca Frente e Versos, no facebook. “Eu e minha sócia pensamos nesse nome justamente por fazer um trocadilho com frente e verso do tecido, e versos da poesia, da literatura”, conta. Marcela, que vive em São Pedro da Aldeia, no interior do Rio de Janeiro, revende os artesanatos da marca para clientes espalhados pelo país, graças ao facebook. “Por causa da página, podemos entrar em contato com quem vive em outra cidade, podemos divulgar nosso trabalho para além do lugar onde vivemos, e isso é muito bacana”, comemora.

O sócio-proprietário da Tripé, agência de comunicação que já nasceu voltada para a internet, Hugo Rezende, acredita que o desafio está em conseguir adaptar-se à rapidez com que as coisas mudam. “As redes sociais são, hoje, o meio mais permeável de informações na internet. Tudo entra e sai de cena de forma muito imediata e, por vezes, muitas agências, meios de comunicação, e empresas, não conseguem acompanhar esse ritmo”, afirma.

A partir desse panorama, ainda existem muitas pessoas que não sabem como vão interagir com os clientes em novas plataformas como o facebook. É o caso de profissionais como a Márcia Cristina de Castro, que vende cupcakes, brigadeiros e bolos de aniversário e, por enquanto, só divulga seu trabalho através de flayers e cartões de visita. “Nos últimos tempos muitas pessoas me perguntam se eu não tenho uma página no facebook para que elas possam ver as fotos dos produtos, como ficaram as últimas encomendas que fiz. Mesmo não sabendo como funciona o relacionamento com o público na internet, terei que aprender, ou vou ficar para trás”, acredita.

Para quem se interessou em divulgar a marca nas redes sociais, dicas da webwritter Alice Linhares:

– Crie relacionamentos, com responsabilidade e compromisso: “Quando fica decidido que a marca investirá nesse tipo de mídia, é preciso já ter ciência das responsabilidades e dos compromissos assumidos. Muito mais do que vender, você precisa criar relacionamentos. É isso que o público procura quando decide se aproximar da marca pela internet”, acredita.

– Analise criticamente o que irá postar: “É preciso ter cuidado com as publicações, pensar nas diferentes interpretações que as pessoas poderão ter, e é preciso manter a frequência e o padrão de postagens”, afirma.

Por fim, Alice garante que é justamente o relacionamento com diversos públicos, garantido pelas redes sociais, um dos grandes responsáveis pela valorização de seu trabalho: “cria-se uma base sólida e o resultado pode ser incrível: pessoas que estão longe ou pessoas que estão perto, mas você nem conhecia, passam a interagir, dar sugestões, partilhar. E isso faz a marca crescer e você ter ainda mais vontade de seguir em frente!”

Para que se interessou em estudar mais sobre a questão, a pesquisa realizada pela Syncapse está disponível, em inglês, no endereço: http://www.syncapse.com/value-of-a-facebook-fan-2013/#.UgtqatK1F1U

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: