Skip to content

Percentual do álcool na gasolina pode aumentar para 27,5%

Por Polyana Castro Publicada em: 14/04/2014

O Brasil vai produzir volumes recordes de cana, açúcar e etanol na safra 2014/15

O ministério da agricultura quer aumentar o percentual do álcool na gasolina. No ano passado 20% da composição da gasolina eram de álcool anidro e passou para 25% e a estimativa é que aumente para 27,5%. O argumento para isso é viabilizar a produção de cana-de-açúcar, além de ajudar o meio ambiente, com maior geração de energia limpa. Outra justificativa para o aumento é segurar a inflação.

Em entrevista ao programa Bom Dia, o Ministro, da estatal Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Neri Geller diz que o governo quer evitar o aumento da gasolina. A decisão atenderia a política do Ministério da Fazenda de tentar segurar a inflação.

Wilson Rezende de Almeida, gerente de pista em posto de combustível há 11 anos, diz que os clientes ainda visam o melhor preço. “Podem até se preocupar com a qualidade, mas o fator mais importante é o preço, se sobe eles ficam indignados. Eles já chegam perguntando a diferença de valor entre um e outro, para ver por qual optar, mas geralmente acaba sendo a gasolina mesmo.”

E quanto à qualidade, os consumidores ficam sabendo por notícias em jornais e geralmente não se importam tanto. “Já chegam aqui sabendo do aumento da porcentagem do álcool, mas não ficam tão irritados.” Afirma o gerente de pista.

images (1)

Alguns consumidores fazem a mistura de álcool e gasolina para economizar

Nem todos os consumidores estão satisfeitos com a nova medida que pode ser colocada em prática, Eduardo Borba, gasta em média 50 litros de combustível por semana. Para ele a porcentagem do álcool na gasolina vai aumentar, mas não vai segurar a inflação e em breve o valor da gasolina também tende a subir. Assista ao vídeo com o depoimento do Eduardo

. E não apenas os consumidores veem os riscos que seus veículos podem sofrer com o aumento da quantidade de álcool na gasolina, pesquisas e estudos também mostram estas questões. A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA) aponta os problemas que os consumidores podem sofrer com a nova composição do combustível.Veja aqui. 

 

 

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: