Skip to content

Festivais animam centro cultural de JF

Nathália Corrêa

Postado em 20 de novembro de 2013

12277_432873813446828_227796282_n
285693_558018384214693_272791136_n

O mês de novembro termina com a realização de dois festivais que fomentam a cultura na cidade; o Festival de cinema Primeiro Plano e o Festival Sem Paredes. O JF Hipermídia traz um pouquinho de cada festival e as principais atrações que vêm por aí.

O Primeiro Plano surgiu em 2002 e é um festival nacional de cinema voltado exclusivamente para diretores estreantes. A mostra competitiva é dividida nas categorias Regional, com 29 produções de Juiz de Fora e Zona da Mata, e Nacional, com 24 curtas de várias partes do país. Nos dias do festival também é apresentado um longa, que passa pela primeira vez em Juiz de Fora. Esta é uma oportunidade para que os juiz-foranos assistam a filmes que dificilmente eles veriam no circuito tradicional de cinema. Vale lembrar que na Mostra Competitiva Regional, os participantes universitários também podem concorrer ao Prêmio Incentivo Primeiro Plano, que irá premiar o vencedor com R$ 7 mil para que invistam em uma nova produção. Além da exibição de filmes, o festival conta com seis oficinas temáticas. Os cursos são ministrados por profissionais da área e têm atraído muito a atenção de quem quer se aperfeiçoar na área do cinema. Veja mais informações sobre as oficinas aqui: http://www.primeiroplano.art.br/site/oficinas/

O Primeiro Plano disponibiliza todas as apresentações gratuitas. Existe uma variedade enorme de temas e de linguagens nos filmes,998313_590421701025371_1999847111_n tanto dos regionais quanto dos nacionais . O assessor do festival, Guilherme Arêas,conta que uma das principais preocupações do festival é em relação à formação e inclusão do público infantil e juvenil.  “Dentre nossas principais atividades está a Sessão Escola, que acontece desde 2005, voltada para alunos de escolas municipais, com filmes de temática infantil e votação do melhor curta-metragem eleito pelas crianças. Outro ponto importante é que os filmes não são exibidos apenas no Cinemais (Alameda). As projeções acontecem em bairros como Benfica e, este ano, também em Igrejinha. Ou seja, o festival está crescendo bastante e atingindo pessoas de toda a cidade. Isso é uma ferramenta incrível de democratizar o acesso à cultura”, explica Guilherme

Esse ano, o diferencial do festival é a  mostra competitiva regional. Serão quatro dias de exibições, um a mais que nas edições anteriores. O festival traz como tema “Futuro agora”, que propõe a discutir justamente um futuro que já acontece nos filmes produzidos.

Se você tem interesse em participar do festival, fique atento! Qualquer diretor estreante pode participar, mas os filmes passam por uma seleção. Para participar, é preciso preencher um formulário e enviar o vídeo concorrente. As inscrições deste ano já foram encerradas. Mas, você pode assistir a abertura do festival na segunda-feira, dia 25, às 20h, no Cine Theatro Central.

Nilson Alvarenga, coordenador de Oficinas do festival e do Colóquio Audiovisual de Juiz de Fora e Mercocidades fala de como o Primeiro Plano se consolidou e cresceu na cidade. Confira no áudio abaixo.

O JF Hipermídia publicou uma matéria sobre o Festival de Cenas Curtas, atração que integra o Primeiro Plano. Confira aqui a reportagem de Alessandra Macedo.

O Festival Sem Paredes é um festival de artes integradas e conhecimento, promovido anualmente pela Casa Fora do Eixo Juiz de Fora. Em sua terceira edição, o festival é feito de forma colaborativa e agrega vários temas importantes como meio ambiente, 1476234_809315672418295_1566101606_ndisponibilizando oficinas de sabão de óleo, papel reciclado, espiral de ervas, tinta de solos e forno de pizza para conscientizar as pessoas da importância de práticas sustentáveis. Entre as atrações que vão acontecer durante a semana do festival estão discussões sobre educação, priorizando a formação e o ensino para crianças; e as oficinas de mídia democrática com oficinas de pós TV, oficinas de cobertura colaborativa e o debate sobre mídia colaborativa e internet livre. Esse ano o Sem Paredes acontece do dia 24 ao dia 30 de novembro. As inscrições para as oficinas podem ser feitas online pela página do festival no Facebook. Clique aqui, faça a sua inscrição e participe. Todas as oficinas são gratuitas.

Mariana Rebelatto, gestora da Universidade Livre Fora do Eixo e da Casa Fora do Eixo Juiz de Fora, conta que o principal objetivo do Festival Sem Paredes é fortalecer o cenário cultural independente da cidade e estimular o protagonismo jovem. Confira no áudio abaixo o que ela fala sobre o festival e os destaques do evento.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: