Skip to content

Desperdício de comida acontece em restaurantes da cidade

Publicado por Jessica Lobato, em 05/05/2014

Há muito desperdício de comida nos restaurantes da cidade. Proprietário de um restaurante na rua São Mateus, Tino Luiz, joga fora de 20kg a 30kg de alimento por dia. Ele conta, que antigamente costumava doar comida para os moradores de rua, mas que atualmente não faz isso por medo de ser responsabilizado caso alguem passe mal. ” A gente doa a comida em um horário, só que aí eles guardam um pouco pra comer mais tarde. A gente fica com medo da comida estragar nesse tempo, porque se alguem passar mal a responsabilidade cai na gente.”

CAM00123 (1)

Comida desperdiçada em restaurante

A advogada Maria Andreia Ferreira, afirma que não existe lei nenhuma proibindo a doação de alimentos: “A doação de alimentos perecíveis não é proibida, mas sua responsabilidade recai totalmente sobre a empresa fornecedora. Os alimentos devem ser transportados em temperatura adequada e condições de higiene satisfatórias, para se evitar o risco de toxinfecção alimentar e consequências mais drásticas.” Apesar da permissão da doação, muitos trabalhadores da área de alimentos, como Tino, têm medo de doar comida e ser responsabilizado pela má utilização do alimento pelo beneficiado. A advogada explica que o Art. 14 do código de defesa do consumidor, lei nº8078/90, responsabiliza o fornecedor pelas consequências de qualquer prestação de serviço, independente de culpa. Dessa forma, independente do restaurante doar a comida estragada ou não, se alguem passar mal ao ingerir esse alimento, os proprietários do restaurante serão responsabilizados.

Confira aqui o Art. 14 do código de defesa do consumidor, lei nº8078/90

Existem alternativas

Comida doada aos funcionários em restaurante

Comida doada aos funcionários em restaurante

Apesar de muita comida ainda sobrar nos restaurantes, alguns encontraram alternativas para diminuir o desperdício. É o caso de Wander Moraes, que eu seu restaurante ele afirma que não sobra comida: “As 2 horas eu paro de repor os alimentos, como fechamos às 3 horas, não sobra muito alimento. Depois do expediente é a vez dos funcionários almoçarem, mas se mesmo assim ainda sobrar comida, cada funcionário leva um pouco para casa.”

Em outro restaurante da cidade, o funcionário, Leandro Rodrigues, afirma que doações para moradores de rua são feitas apesar do risco.”Sempre vem um morador de rua pedir comida e a gente dá pra eles o que sobra”. Para os alimentos impróprios para consumo humano, o restaurante também buscou uma solução:  “Temos um rapaz que vem buscar comida todo dia, ele leva para os animais da fazenda dele”

Conheça uma seleção de instituições da cidade que aceitam doações de alimento

 

 

para obras sociais

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: