Skip to content

Pilates pode ser praticado como atividade física ou tratamento médico

Rebeca Trece

Postado em 08/01/14

Mesmo com a chegada da idade, muitas pessoas preferem manter hábitos saudáveis. Por isso, a prática de atividades físicas tem se tornado cada vez mais comum, principalmente entre os idosos, que buscam em métodos como o Pilates uma forma de manter o corpo e a mente ativos. De origem alemã, a série de exercícios recebeu o nome de seu criador – Joseph Hubertus Pilates – e tem como objetivo o condicionamento corporal.

Segundo a fisioterapeuta e professora de Pilates, Michelle Marques, a técnica “trabalha o fortalecimento da musculatura e a flexibilidade”, ou seja, “ganha-se força sem gerar hipertrofia muscular”, diferente de algumas práticas adotadas em academias, por exemplo. Dentre os benefícios trazidos pelo Pilates estão o alinhamento postural, a flexibilidade da coluna vertebral, o alívio das dores e a prevenção de algumas lesões.

Michelle explica que o método é indicado para qualquer sexo ou idade – o ideal é que as crianças tenham, no mínimo, 7 anos, para se concentrarem –, e pode ser praticado como atividade física ou como forma de tratamento, ou seja, por indicação médica. “As aulas são adaptadas à idade da pessoa e os exercícios são específicos, de acordo com a necessidade de cada um”, comenta. Para os idosos, o Pilates facilita a execução de atividades da vida diária, sejam elas de higiene pessoal ou o simples ato de subir e descer escadas.

Com relação aos resultados, ela frisa, entretanto, que “o Pilates, sozinho, não emagrece, mas que alguns estúdios vêm adotando medidas complementares para atender aqueles que têm este objetivo”, instalando equipamentos como esteiras e bicicletas ergométricas. A fisioterapeuta destaca, também, a função social do exercício, na medida em que ele é praticado em um ambiente comum, oportunidade para os alunos interagirem e formarem, inclusive, amizades. “A partir do momento em que você melhora suas dores e sente que está cuidando de você, uma coisa reflete na outra”. Ela acredita, portanto, que o método faz bem para o corpo e para a mente dos praticantes. “É uma atividade que traz bem-estar e cuida da saúde”, finaliza.

Confira o depoimento de algumas idosas praticantes do Pilates:

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: