Skip to content

Juiz de Fora lança Comissão Parlamentar de Políticas de Proteção animal

Maus tratos aos animais é crime de acordo com a Lei Federal 9.605/98 dos Crimes Ambientais Art. 32º e a pena pode varia de três meses a um ano de detenção, e multa.

 Por Elisa Macedo

Postado em 5 de maio de 2014

Atualizado às 21:42 de 7 de maio de 2014

Câmara Municipal de Juiz de Fora aprova projeto que dá origem a uma comissão especial para defender os direitos dos animais. A cidade que hoje conta com diversas ONGs e Sociedades Protetoras, já apresenta um histórico de luta pela causa.428969_390453654348333_179366008_n

Com essa medida, uma equipe de vereadores estará comprometida a propor novas leis, fazer o levantamento e apuração do cumprimento das já existentes à níveis Estadual e Federal e auxiliar no desenvolvimento projetos de conscientização da população.

O vereador Noraldino Júnior, que juntamente com os vereadores Rodrigo Mattos, Antônio Aguiar e André Mariano irá compor essa comissão, fala da importância de se criar um órgão como este.

O vereador ainda explica que a comissão irá trabalhar junto com os órgãos de polícia uma estratégia para combate aos maus-tratos dos animais. O projeto chamou a atenção até mesmo dos amantes dos animais que ficaram felizes com a notícia. Romulo Krause, 22, estudante universitário, mora em Juiz de Fora e deixou seus animais na cidade natal. “Uma cidade do tamanho de Juiz de Fora, com tantos casos de abandono e maus tratos, precisa sim ter uma comissão como essa”, aponta Rômulo, que espera que sejam pessoas realmente engajadas na causa e que estejam envolvidas no trabalho da comissão.

O vereador Noraldino explica da sua relação pessoal com a causa animal e diz que o que ele puder fazer para a criação de melhorias para os animais de Juiz de Fora será feito e fala de ações desenvolvidas no passado.

Protetores criam até mesmo páginas para divulgar conteúdo de seus bichinhos de estimação - Visite Gato Veludo

Protetores criam até mesmo páginas para divulgar conteúdo de seus bichinhos de estimação – Visite Gato Veludo

Lucas França, 20, manipulador industrial, achou a ideia da criação da comissão algo certo e apoia o desenvolvimento do projeto, “os animais não podem se defender e eles precisam de alguém que faça isso por eles”, afirma o rapaz que tem em sua casa três cachorros e um gato.

Flávio Roberto, 23, técnico em informática é dono de um pit bull fica feliz com o trabalho que a comissão vai desenvolver. Para ele é um trabalho necessário, uma vez que “muita gente maltrata e abandona os animais pelas ruas e saem sem nenhuma punição”.

Embora esteja de acordo com a lei, o estudante de direito Wandley Silvino,21,  acredita que esse trabalho da comissão já deveria ter sido desenvolvido antes e  não só agora: “Essa comissão já devia ter sido criada a muito tempo! Diariamente vemos animais sofrendo maus tratos e sendo negligenciados “. 

Zuleine Castro é protetora autônoma e está trabalhando em parceria com diversas ONGs da cidade, como Animais Abandonados JF, e relata que os crimes contra os animais são mais frequentes do que se imagina.

O abandono de animais de estimação é prática corriqueiras no Brasil.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, é provável que no Brasil exista cerca de 30 milhões de animais abandonados. Casos de espancamento de animais têm sido noticiado nos grandes veículos de comunicação do país, assassinato e envenenamento também se enquadram nos crimes recorrentes.

Zuleine ainda, aponta a realidade dos animais de Juiz de Fora e explica como tem desenvolvido seu trabalho em favor da causa.

Os protetores buscam meios alternativos para conseguir fundos para ajudar os animais da cidade. Grupos de proteção animal no Facebook geralmente ficam cheio de pedidos de ajuda com medicamentos, auxílio para pagar o veterinário, ou mesmo de pessoas que desejam doar ou adotar um animalzinho.1094843_622737164446715_448569966_n

Para levantar uma quantia que possa ajudar outros, os protetores estão organizando um brechó. Zuleine explica como o dinheiro arrecadado será revertido para compra de remédios e pagamento de veterinários de pessoas que precisem da ajuda.

O brechó é localizado na Avenida dos Andradas, 23, esquina com a Benjamin Constant e fica aberto de segunda à sexta, de 14h às 18:30h.

Este slideshow necessita de JavaScript.

*Regulamentação das Carroças

Veja o vídeo abaixo, com mais de 30.000 visualizações

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: