Skip to content

Vídeo locadoras: Como enfrentar os avanços tecnológicos sem crise?

Por Monise Vieira

07/05/2014

Com o advento da internet, a popularização da TV a cabo, a sofisticação cada vez maior das salas de cinema (agora com assentos marcados e possibilidade do espectador comprar seu ingresso pela internet e imprimi-lo em casa) e tantas outras distrações, a  tradicional locação de DVD vem perdendo espaço no mercado.

Com a possibilidade de assistir filmes online, as locadoras perdem espaço no mercado

Com a possibilidade de assistir filmes online, as locadoras perdem espaço no mercado

Mas, nem tudo está perdido. Tradicionalmente, os meses de maio, junho e julho são os melhores para esse segmento, e as locações podem aumentar cerca de 50%. Além disso, a variedade de filmes e os lançamentos ajudam a manter a opção mais atraente.

A redução dos preços do aparelho de blu-ray –  que motiva a busca por filmes na mídia nas locadoras – e o investimento no atendimento e em públicos especializados são outros fatores apontados por algumas locadoras para os bons resultados.

Mesmo com tantas facilidades acessíveis, algumas pessoas ainda preferem manter o hábito de alugar vídeos. É o caso do analista de sistemas, Pedro Henrique Prado, que tem conta em uma locadora perto de casa.

Pedro conta que a garantia de alta qualidade dos filmes e os preços oferecidos pelas locadoras é o principal motivo de manter sua conta ativa. Ouça o áudio:

Estephania Lopes, 22, já trabalhou em locadora por mais de um ano e também mantém o hábito de locar filmes. Entretanto, a estudante acredita que a facilidade de assistir vídeos online prejudica o setor.

“Com a internet temos acesso até aos filmes que estao no cinema ainda. Tenho visto algumas locadoras fechando, o pai de uma amiga minha, por exemplo, era dono de uma loja, mas acabou fechando para investir em um site tipo o Netflix”, conta.

A jovem afirma ainda que, trabalhando no ramo, aprendeu que o atendimento é um dos segredos para manter o negócio ativo. “Enquanto eu estive na locadora eu percebi que o atendimento é a alma do negócio. Pelo fato da gente fazer amizade com todo mundo que ia lá, as pessoas às vezes iam para conversar e acabavam levando algum filme”, afirma.

Suelen Rodrigues trabalha há cinco anos em uma locadora da cidade, e conta que apesar de existir uma queda no movimento, isso ainda não é um problema. Além disso, ela acredita que novas tecnologias, que dificultam a pirataria, ajudam o setor.

“De cinco anos pra cá diminuiu o movimento, só que a mídia também foi substituída, hoje a gente trabalha com Blue-Ray e isso faz com que a pirataria comercial diminua. Mas, eu vejo que a situação da internet e a facilidade que ela proporciona também traz uma reflexão pra gente do que será a locadora daqui uns tempos”, afirma.

A garantia de qualidade dos filmes e os preços oferecidos pelas locadoras são diferenciais do segmento

A garantia de qualidade dos filmes e os preços oferecidos pelas locadoras são diferenciais do segmento

A atendente comenta ainda que os clientes buscam cada vez mais comodidade e que, nesse sentido, a facilidade de acesso à tecnologia é prejudicial. “As locadoras online representam concorrência porque a gente nota que as pessoas querem cada vez mais conforto e comodidade. Hoje em dia muita gente ainda gostam de alugar nos feriados, finais de semana, gostam de ter o DVD, levar pra casa na capinha original. Mas, eu me preocupo com as gerações futuras, que já crescem usando tudo na internet”, explica.

A funcionária acredita que a tradição de locar filmes ainda é a maior responsável pela manutenção do segmento. “Nossas lojas são de santos Dummont e lá é muito tradicional você ir no final de semana na locadora e levar dois, três filmes. Apesar de Juiz de Fora ser uma cidade maior, muita gente também mantém um pouco disso aqui. Outro fator que eu vejo que tá acontecendo na nossa sociedade agora é que às vezes as pessoas preferem ficar em casa do que sair e ficar num local muito movimentado”, conta.

Clique aqui e veja locadoras e cinemas em Juiz de Fora:

Como não perder espaço no mercado:

01) Converse com o máximo possível de clientes e entenda o que os atrai, quais são seus interesses, seus desejos, suas inquietações, que outros produtos e serviços eles gostariam de encontrar na sua loja.

02) Faça de tudo para ter um bom atendimento. Seja simpático, caloroso, eficiente. Alimente seus clientes com informação. Organize encontros para falar de cinema.

03) Invista no seu espaço. Crie um café num canto da loja e passe a vender cafezinhos com algum bolinho ou biscoito. Transforme sua loja num local aonde os clientes queiram ir. Um local onde eles não vão apenas atrás de um DVD, mas de uma experiência agradável e enriquecedora.

04) Visite as lojas e outros locais que seus clientes consideram agradáveis, onde tendem a ir bastante. Mas vá “com olhos de ver”, tentando entender o que é que faz esses lugares serem atraentes aos olhos da clientela. Copie ou adapte para o seu negócio o que achar que faz sentido.

05) Forme um “Conselho Consultivo de Clientes”, juntando 5 ou 6 de seus melhores clientes que sejam informados, com boa cabeça e dispostos a ajudar você gratuitamente (ou mesmo, em troca de uma locação sem custo por mês). Converse com eles uma vez por semana ou quinzena, sobre como fazer da sua loja um lugar onde as pessoas queiram ir, ao qual elas queiram estar associadas.

 

Baixar vídeos na internet é crime?

Você assiste vídeos na internet? Veja as principais diferenças entre os formatos disponíveis na rede

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: