Skip to content

Compras de Natal – Antecipadas ou não?

Michele Ferreira
Publicada em: 11/11/2013
 

20131111_131037Com o fim do ano chegando, é hora de pensar nos presentes de natal. Depois de 12 meses de trabalho, a vontade de gastar dinheiro com presentes é quase que incontrolável. E não são apenas coisas caras, qualquer lembrancinha (afinal, existe o pai, mãe, irmão, filhos, sogra, cunhado, sobrinho, esposa…) leva uma boa fatia das economias, ou até mesmo provoca dívidas.

Para evitar virar o ano no vermelho, sem deixar de lado a tradição da troca dos presentes, a saída é usar aquele dinheirinho extra que chega até dezembro, o 13º salário. E olha que boa notícia, dá até para antecipar as compras natalinas, porque a primeira parcela já é paga neste mês de novembro.

Para quem não sabe, ou simplesmente nunca recebeu 13º salário, vale lembrar que ele é realmente uma gratificação natalina, pago a todos trabalhadores, aposentados e pensionistas até o mês de dezembro. Geralmente em duas parcelas, no valor que corresponde a 1/12 (um doze avos) da remuneração para cada mês trabalhado.

Este ano, segundo o economista Marcos Louzada, o 13° salário injetará na economia de Minas Gerais aproximadamente R$ 12,7 bilhões. Na pesquisa realizada pela Fecomércio MG, junto aos consumidores mineiros, 54,4% destes recursos devem se transformar em consumo de bens e serviços.

O pagamento de dívidas ainda é uma prioridade, o que corresponde a 23,2% das pessoas ouvidas, mas cerca de 21,9% dos consumidores pretendem investir o 13º salário. Diante da perspectiva de que parte destes recursos já esteja inserida na economia, muitas lojas já iniciaram liquidações visando a atingir aqueles consumidores que já receberam a primeira parcela do benefício.

20131111_130557O mês de novembro tradicionalmente é fraco nas vendas e isso motiva os estabelecimentos a promover ofertas interessantes. Em muitas situações, existem descontos de até 40%. Apesar disso, Louzada recomenda cautela na hora de sair às lojas. As compras devem ser realizadas preferencialmente à vista, onde a possibilidade de desconto é maior. Assim o consumidor só compromete o seu ganho efetivo.

Deixar as compras  natalinas para a última hora não é mesmo uma boa opção para o consumidor. O economista diz que já existem estudos comprovando que antecipar as visitas aos shoppings, ou ao comércio de rua, garante uma economia média de 40% ao bolso. Assim, se você for comprar uma TV de 32 polegadas de 800,00, por exemplo, ainda nesse mês, ela pode sair 320 reais mais barata que no mês de dezembro.

Marcos Louzada ainda orienta que os parcelamentos devem ser evitados, principalmente aqueles que implicam em juros. Eles comprometem uma parcela da renda futura e, quando isso não é bem planejado, pode acabar resultando em excesso de endividamento e redução da renda livre para o próximo ano.

Diversos varejistas, principalmente no setor de vestuário, estão incentivando os clientes a comprar, antes, os presentes de natal. As vitrines são chamativas e o movimento menor. Lojas no estilo “1,99”, por exemplo, abastecem seus estoques na tentativa de seduzirem os consumidores.

Carlos Fernandes, superintende da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Juiz de Fora (CDL), diz que a expectativa de crescimento das vendas na cidade será de 8 a 9% em relação ao ano passado. Em entrevista ao JF Hipermídia, ele afirma que antecipar as compras de Natal é bom para o consumidor, devido a maior variedade e opções de produtos na hora da compra, sendo também benéfico ao lojista, que pode se preparar melhor para um atendimento com maior exclusividade.

Confira a entrevista completa:

Mas o que dizem os consumidores: antecipar ou não as compras de Natal?

marilane

      Marilaine Rezende, 23, auxiliar de bibliotecas.

Compro sempre com antecedência. Não gosto de deixar para última hora, pois faltam opções e ficamos apenas com o que sobra.

eliana

Eliana Garcia, 51, bibliotecária.

Eu compro com muita antecedência, ao longo do ano vou pegando promoções e guardo para o natal. Eu prefiro assim para não acumular gastos no final do ano.

 wilson Wilson Lobato, 19, estudante.

Eu compro antes um pouco se já souber o que vou comprar. Se não, eu deixo pra comprar em cima da hora. Mas, se sei que a pessoa não liga para a data certa, eu prefiro comprar depois, aproveitando as promoções. Ainda que as lojas tenham transformado o natal apenas em uma data comercial, eu não dispenso um bom presente.

Leia Também:

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: