Skip to content

Funcionários são remanejados para sala de aula e bibliotecas viram alvo de polêmica em JF

Por Pedro Henrique Landim

Publicado em 21/08/2013

biblioteca A Secretaria de Educação (SE) de Juiz de Fora remanejou professores e bibliotecários para as salas de aula. De acordo com a coordenadora-geral do Sindicato dos Professores, Aparecida de Oliveira Pinto, a estrutura física e o acervo foram mantidos, mas não existe mais a figura dos responsáveis pelos projetos de leitura. “As bibliotecas estão vazias. Não há mais a figura do orientador de leitura” – afirmou.

A medida entrou em vigor no dia 31 de julho, com o reinício do ano letivo. Segundo a SE, foi preciso a redução da jornada semanal dos profissionais em sala de aula para 13 horas e 20 minutos semanais, para cumprir a Lei do Piso Nacional dos professores. A implantação do piso foi uma reivindicação da categoria, conquistada depois de uma paralisação de 22 dias entre abril e maio.

O professor da Faculdade de Educação da UFJF, Julvan de Oliveira, critica a falta de profissionais nas bibliotecas. “A Prefeitura de Juiz de Fora não seguia a Legislação Nacional então, para cumpri-la, o que a PJF está fazendo é, ao invés de contratar novos profissionais da área, remanejar bibliotecários e professores que estavam na biblioteca, pra cumprir a carga horária necessária. Essa não é a medida ideal” – afirma.

A SE confirma a transferência das bibliotecárias para a sala de aula, mas ameniza, dizendo que as bibliotecas continuam à disposição dos alunos, embora com outra forma de uso. O incentivo à leitura terá que ser feito pelos próprios professores dentro das matérias oferecidas no currículo escolar. A secretaria admitiu também que a alteração foi necessária em razão da redução de cinco minutos módulo/aula do professor.

O remanejamento de bibliotecários para a sala de aula também foi criticado por Oliveira. “Remanejar bibliotecários para a sala de aula também é um erro. Em sala de aula, o professor precisa ser alguém formado e licenciatura, o que não é o caso do bibliotecário, que é um graduado e não um licenciado. Não basta ter curso superior pra entrar em sala de aula. A licenciatura te dá algumas disciplinas que te permitem lecionar; a graduação, não” – explica o professor.

O agravante é que há bibliotecárias aprovadas em concurso exclusivamente para a função. Em nota, a Prefeitura explica que “o Conselho Municipal de Educação aprovou que os professores que atuavam exclusivamente nas práticas de leitura, ou seja, fora das salas de aula, assumissem a regência, fomentando a leitura no dia a dia da escola, garantindo a interdisciplinaridade, sem deixar de atuar nos espaços coletivos, como nas bibliotecas que deverão funcionar como um dos importantes instrumentos de apoio pedagógico”.

A nota também afirma que “As bibliotecas deverão ser utilizadas por professores de todas as disciplinas, sendo um ambiente propício para a ampliação dos conhecimentos de todas as áreas, sempre com incentivo dos educadores”.

Juiz de Fora tem nota 10 em leitura

Curiosamente, pesquisa sobre hábitos de leitura no interior do estado, realizada entre 10 de março e 20 de junho, a pedido da Câmara Mineira do Livro, mostrou que Juiz de Fora está entre as oito cidades mineira com nota 10 na prática.
O levantamento aponta um índice de 8,14 livros ou trechos de livros lidos nos últimos 12 meses pela população. Isso significa dizer que a cidade atinge mais que o dobro da média nacional, que é de 3,6, e da estadual, de 3,2. “Não basta  ter a chave da biblioteca; é preciso guiar a leitura, orientar os alunos. O nosso projeto está, sim, comprometido, o que nos coloca na contramão do que ocorre hoje no país, quando se se busca educação de qualidade”, diz a coordenadora sindical Aparecida Pinto.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: