Skip to content

Saiba mais sobre as Oficinas do Primeiro Plano 2013

Iluminação para cinema – A luz natural

Prof: Matheus Rocha
Local: Casa de Cultura
Data: 26 a 29/11
Horários: 09h às 13h
N° de alunos: 15

Currículo

Matheus Rocha estudou Comunicação na UFBA e, em 2001, ingressou na Escuela Internacional de Cine y TV de San Antonio de los Baños, Cuba, onde se graduou em Direção de Fotografia. Na Alemanha, especializou-se em Design/Kamera na Fachhochschule Dortmund (Escola de Ciências Aplicadas). Desde 2005 reside em São Paulo, onde fotografou documentários de Jorge Bodanzky, Tadeu Jungle e Lírio Ferreira. Em 2007, fotografou o curta Um Ramo, que ganhou o Prêmio Découverte Kodak na Semana da Crítica de Cannes. Em 2011, voltou a Cannes competindo na Un Certain Regárd como diretor de fotografia do longa-metragem Trabalhar Cansa, de Marco Dutra e Juliana Rojas. Entrou em cartaz também com “A Coleção Invisível”, longa de Bernard Attal vencedor do Prêmio do Público no festival de Gramado de 2013. Ainda neste ano, estreou no festival Visions du Réel o longa documentário Sopro, de Marcos Pimentel, e o longa-videodança Pinta, de Jorge Alencar, competindo no Panorama Internacional Coisa de Cinema. http://www.theuba.com.br

Ementa

A oficina tem o objetivo de iniciar o participante no universo da iluminação cinematográfica, visando introduzi-lo nos conhecimentos básicos desta atividade e priorizando a observação, aproveitamento e reprodução da luz natural.
– Princípios da Sensitometria: diafragma, f-stops, sub e super-exposição, a latitude, a relação de contraste;
– Princípios da Colorimetria: o fenômeno da visão, a temperatura de cor, contraste simultâneo, cores primárias e complementares;
– A iluminação da cena: posicionamento da luz, a iluminação de 3 pontos, continuidade da iluminação,os gêneros cinematográficos;
– Fotografia e pintura: a observação e reprodução da luz, luz difusa, luz dura, o claro-escuro.

Processos Audiovisuais Cocriativos

Prof: Igor Amin e Vinicius Cabral
Local: Casa de Cultura
Data: 26 a 28/11
Horário: 09h às 12h e 13h às 16h
N° de alunos: 20

Currículos

Igor Amin e Vinicius Cabral são artistas multimídia e arte educadores. Foram idealizadores do projeto Cinegênero – Juventude em Conexão, realizado em parceria com a Prefeitura de Contagem–‐MG e Governo Federal e A Produtora Audiovisual. Realizaram diversas oficinas práticas de Produção Audiovisual e Novas Mídias em projetos como Cine–‐expressão – Cinema e Educação, atendendo mais de 100 jovens da Rede Estadual de Ensino de São João Del Rei–‐MG, além de festivais como a Mostra de Cinema de Tiradentes, CineBH, CineOP, Festival de Inverno de Mariana e Ouro Preto, Inverno Cultural de São João Del Rei, Goiânia Mostra Curtas, Minas Tênis Clube e Feira Música Brasil 2010.

Ementa

A oficina propõe uma metodologia inovadora de produção audiovisual: pensar a co–‐criação e a formação de redes sociais como meio para produção artística na atualidade. Os participantes irão aprender de forma colaborativa e prática como conceber, produzir e difundir conteúdos audiovisuais em novas mídias de forma instantânea: criação de conteúdos com celulares que filmam, câmeras fotográficas digitais, webcams, pendrives, mp3 players. O resultado esperado da oficina é o de possibilitar a reinvenção do cotidiano e promover a educação da criatividade, deslocando os participantes para um patamar de compreensão das suas potencialidades como produtor de conteúdo e propagador de conhecimento para cocriação de um mundo melhor.

Direção de Atores

Prof(a): Joana Lebreiro
Local: Fórum da Cultura da UFJF
Data: 26/11 a 29/11
Horário: 09h às 13h
N° de alunos: 15

Currículo

Joana Lebreiro é diretora teatral e preparadora de atores. É mestre em Memória Social e foi professora substituta no curso de Direção Teatral da UFRJ ministrando as matérias de direção e direção de atores. Seus espetáculos teatrais abordam os temas biografia- música- memória. Entre seus trabalhos em teatro destacam-se os musicais “Meu Caro Amigo”, inspirado em canções de Chico Buarque e “Funk Brasil- 40 anos de baile”. Seu último espetáculo, a partir de uma pesquisa sobre as mulheres que visitam presidiários, é “Jumbo-eu visito a sua ausência”. Além da preparação individual de atores, entre seus trabalhos como preparadora destacam-se a minisserie “Natália”, de André Pellenz, exibida pela TV Brasil em 2012, os curta metragens Lápis de Cor, de Alice Gomes e Abismo, de Aleques Eiterer. Atualmente é preparadora de atores do programa ABZ do Ziraldo, na TV Brasil.

Ementa

Oficina teórico-prática. O objetivo deste curso é, em quatro encontros, abordar alguns pontos no trabalho do ator, especificamente na linguagem de cinema: compreensão do personagem e da cena (aspectos psicológicos e afetivos), ritmo do texto, respiração, aquecimentos individuais, aquecimentos coletivos de improviso para a criação de cena, uso de música como ferramenta criativa.

A oficina fará uma ponte com os filmes do festival dedicando uma parte a análise do trabalho dos atores nos filmes assistidos na noite anterior, podendo também contar com a participação do diretor do mesmo para compartilhar como foi o trabalho de preparação e direção dos atores.

A outra parte da oficina será dedicada a um estudo prático a partir de cenas de filmes trabalhadas pelos alunos-diretores com os alunos-atores.

Direção de Arte

Prof: Fernanda Teixeira
Local: Fórum da Cultura da UFJF
Data: 26/11 a 29/11
Horário: 09h às 13h
N° de alunos: 20

Currículo

Fernanda Teixeira nasceu no Rio de Janeiro em 1985. Formada em Cinema pela UNESA em 2005. Pós graduada em Direção de Arte pra Cinema e TV na mesma instituição. Atua no Mercado audiovisual como diretora de arte; tendo participado de inúmeros curtas-metragens, longas, filmes publicitários e vídeo-clipes. Foi diretora de arte do curta “A Distração de Ivan”, que participou do Festival de Cannes 2010. É responsável pela direção de arte dos longas “RISCADO” de Gustavo Pizzi”, “Dores de Amores” de Raphael Vieira e “PAIXÃO E ACASO” de Domingos Oliveira. Recentemente realizou a direção de arte da série “CÊ FAZ O QUE” produzida pela Atitude Produções para o canal Multishow.

Ementa 

Explicitar a importância do Diretor de Arte como um dos responsáveis, ao lado do Fotógrafo e do Diretor, pelos aspectos visuais e estéticos de um filme. A equipe de arte e como ela funciona. Fornecer aos alunos uma noção geral sobre o processo de elaboração e realização da direção de arte para cinema. A proposta é analisar e decupar junto com os alunos um trecho de roteiro. Serão utilizados trechos de filmes para exemplificar e auxiliar na discussão dos temas apresentados.

–       O que é Direção de Arte?
–       A importância da direção de arte na construção visual de um filme.
–       Como funciona o departamento de arte num filme.
–       Relações entre a Arte, a Fotografia, a Direção e a Produção de um filme
–       Conceituação e Metodologia de trabalho do departamento de arte.
–       A equipe de arte: Cenografia / Produção de Arte / Figurino
–       Como decupar um roteiro.
–       Locação X Estúdio
–       A importância da pesquisa de referências para a Direção de Arte.

Som Direto para Cinema

Prof: Luiz do Carmo
Local: CCBM
Data: 26 a 29/11
Horário: 09h às 13h
N º de vagas: 20

Currículo

Luís Eduardo Carmo trabalha, há quinze anos, para o aprimoramento do som de obras audiovisuais através da captação, da produção e manipulação de efeitos sonoros e música, buscando a integração entre imagem e texto e sua adequação à dinâmica rítmica e emocional da narrativa, com o objetivo de potencializar os conceitos propostos. Colaborou para a produção de obras ficcionais, documentais, institucionais e educativas. Inúmeras obras que contaram com seu trabalho estiveram presentes em festivais nacionais e internacionais e muitas receberam premiações em importantes eventos a exemplo dos festivais de Brasília, Gramado, Recife, Rio de Janeiro, São Paulo, Miami e Cannes, entre outros. É formado em Cinema e Vídeo (UFF) e fez os cursos Harmonia Funcional com o Prof. Sergio Benevenutto e Home Recording/DAW & The Future – Contra Costa College.

Apresentação
Através da exposição teórica e da apreciação e análise de trechos de filmes e equipamentos acompanhadas de oficinas práticas, o curso pretende discorrer sobre os processos de captação do som para o cinema e sua importância para o resultado de uma obra audiovisual.

Ementa
1) Breve história do som no cinema
2) Introdução ao conceito de som direto
3) A evolução das tecnologias ligadas à captação e reprodução do som
4) Tipos de microfones e suas aplicações
5) A revolução da portabilidade
6) O técnico de som direto: suas atribuições e estratégias em um set de filmagem
7) Apreciação e análise dos materiais produzidos durante as aulas práticas.

Roteiro para Novas Mídias – Como Criar Boas Histórias

Prof: Thiago Aiache
Local: CCBM
Data: 26/11 e 27/11
Horário 09h às 12h.
N° de alunos: 20

Currículo

Thiago Aiache escreve roteiros e dirige projetos transmídia na TV Globo há seis anos. Se formou em Jornalismo pela UniverCidade e ingressou na Globo pelo setor de direção. Seus principais trabalhos incluem a novela “Páginas da Vida”, a série “A Grande Família”, a minissérie adolescente “Ger@l.com” e o humorístico “Os Caras de Pau”. Usando sua experiência prévia como roteirista na indústria de jogos eletrônicos dos Estados Unidos e de seu trabalho como diretor criativo em projetos premiados no Brasil pelo JogosBR e pelos editais FINEP e SEBRAE de inovação, Thiago passou a desenvolver seriados para os mercados nacional e internacional de TV. Em 2011, sua série “Deus do Amor” foi o primeiro seriado brasileiro criado para o Facebook; e ano passado, Thiago foi um dos 11 selecionados brasileiros para apresentar projetos originais no festival de coprodução com a Europa FilmCup 2012.

Ementa

Thiago Aiache ensina um método criativo inspirado na evolução das espécies, onde os alunos aprendem a evoluir suas ideias artísticas usando um modelo científico. Após compreender o DNA por trás de qualquer história, os alunos treinarão como dosar a inovação de suas ideias e encontrar o ponto ideal de originalidade – antecipando a reação do público e assim aprendendo a discernir quais aspectos da história devem alterar para obter resultados positivos. Também é analisada a relação entre o autor e diretor de audiovisual, refinando o estilo criativo do aluno e o preparando para conceituar sozinho todos os aspectos de sua obra – além de discutir-se o momento atual do audiovisual brasileiro e caminhos para ingressar no mercado. No segundo encontro, as histórias criadas pelos alunos são analisadas individualmente.

Oficinas Querô

Prof: Edileis e Erika
Local: Centro Herval
Data: 26 a 29/11
Horário: 09h às 13h
N° de alunos:  20

Currículos

Edileis Novais – Estudante de Administração pela UNIBR, capacitou-se em produção audiovisual pelas Oficinas Querô em 2007 e trabalha no setor desde então. Como diretora realizou o curta metragem “SOS Gonzaguinha” e como produtora executiva acumula experiência com 10 curtas metragens e 1 programa para TV. Atualmente é Assistente da Coordenação Executiva do Instituto Querô e Diretora Executiva da produtora social Querô Filmes. Há quatro anos ministra oficinas audiovisuais em empresas, instituições sociais, festivais de cinema, eventos culturais e escolas publicas / privadas.

Erica Rodrigues – Formada em Rádio e TV, acumula experiência nas áreasde produção executiva, comercial e direção de produção. É sócia da produtora Querô Filmes desde 2008 sendo responsável pelo setor Comercial da empresa. Já produziu mais de 20 curtas-metragens exibidos e premiados em festivais nacionais e internacionais, 2 projetos de TV com o Canal Futura e 2 projetos de Webtv. Há cinco anos ministra oficinas audiovisuais em empresas, instituições sociais, festivais de cinema, eventos culturais e escolas publicas / privadas.

Ementa

A proposta é realizar uma oficina de produção audiovisual, com uma turma de 20 jovens, com duração aproximada de 16 horas e ao final realizar dois curtas-metragens de animação em Stop Motion. Além da realização dos curtas-metragens, essa oficina fará com que os jovens se apropriem das ferramentas audiovisuais para produzir seus próprios vídeos, seja na escola ou em suas comunidades. Ao mesmo tempo em que desenvolvem o seuolhar crítico para o mundo, os participantes ganham autonomia e voz por meio da produção de seus próprios “filmes”.

LABORATÓRIO DE CURTAS METRAGENS LATINO-AMERICANO

Local: Casa de Cultura da UFJF
Data: 27
Horário: 09h às 13h30 e 14h às 17h
Data: 28 a 30/11
Horário: 09h às 13h

Temos o prazer de trazer à vida o primeiro Laboratório de Curtas Metragens Latino-americano – BraChiLab, idealizado por gestores culturais brasileiros e chilenos. O Laboratório de curtas está constituído desde a formação de base até o fortalecimento da indústria, promovendo o intercâmbio entre os países vizinhos, a industrialização do formato do curta e projetos de articulação com novos métodos de co-produção internacional.

Temos o interesse ​​em criar uma grande rede de indústria entre nossos países vizinhos, para poder desenvolver o laboratório em diferentes países da América Latina e para que o curta metragem possa ser um formato de longa carreira para os cineastas e não apenas um passo para o longa metragem.

O laboratório se propõe ser um campo de formação, experimental, prático, teórico e interdiscursivo, que visa estimular a construção do projeto de pré-produção do curta, a relação entre os cineastas de diferentes países e um prêmio para incentivar a realização do filme. Os países participantes para esta versão do laboratório são: Brasil, Chile e Argentina.

O objetivo do laboratório é aperfeiçoar e empreender, tanto no nível teórico quanto industrial, os projetos em desenvolvimento.

Sobre os oficinistas:

Allan Ribeiro

Formado em Cinema pela Universidade Federal Fluminense em 2006, Allan Ribeiro dirigiu e roteirizou nove curtas-metragens, com destaque para O Brilho dos Meus Olhos (2006), Ensaio de Cinema (2009) e A Dama do Peixoto (2011), que juntos receberam mais de 70 prêmios em festivais nacionais e internacionais. Em 2012, dirigiu Esse Amor que Nos Consome, seu primeiro longa-metragem, premiado em Brasília, Salvador, Rio de Janeiro, Sergipe, Curitiba e Vitória.

Dominga Sotomayor

Cineasta chilena, formada pela Universidade Católica, em 2007, e completou o mestrado em Direção de Cinema na ESCAC (Escola de Cinema e Audiovisuais da Catalunya). Em 2008, criou a Produtora Cinestación. Realizou os curtas-metragens Novembro (2007), Abaixo (2007), A Montanha (2008),Videogame (2009) e, recentemente, co-dirigiu A Ilha (projeto CPH:DOX LAB 13′). Seu primeiro longa, De quinta a Domingo (2012), foi desenvolvido na Residencia Cinéfondation, do Festival de Cannes e ganhou o Tiger Award de Melhor Filme no Festival de Cinema de Rotterdam. O filme já participou em cerca de oitenta Festivais e também recebeu prêmios em diversos deles. Trabalhou também como diretora de publicidade, professora de cinema em universidades no Chile e tem feito vídeos para exposições como “Little Sun” (Olafur Eliasson), na Tate Modern, em Londres.

Klaudia Kemper

Artista Visual, formada em Design, pela Universidade Católica de Chile. Estudou história da arte na Universidade La Sorbonne, em Paris. Atualmente cursa mestrado em Documentário na Universidade do Chile.

Em 1990 ele fez o seu primeiro filme animação, que ganhou vários prêmios e foi exibido no MoMA, em Nova York, no Rainha Sofia, em Madrid, e Festival de Annecy.

Seus trabalhos tem sido exibidos na França, Espanha, Alemanha, Itália, Polônia, EUA, Canadá, Austrália, México, Argentina, Brasil, Colômbia, Peru, Equador, entre outros.

Nos últimos anos, participou da III Bienal Ibero-Americana de Videoarte, em Washington DC, Centro Cultural Banco Interamericano de Desenvolvimento, VII Bienal de Vídeo e Novas Mídias, Gallery luzes higt SAT Festival Montreal, galeria A gentil carioca , Festival Galleria SAT Montreal High Lights, Mavi, Centro Cultural La Moneda, em Santiago, e Museu Nacional de Belas Artes do Chile.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: