Skip to content

DCE da UFJF se mobiliza para diminuir o impacto da greve dos servidores nos estudantes

Laís Cerqueira, postada em 02/04/2014

sede do DCE no campus da UFJF

sede do DCE no campus da UFJF

A greve dos servidores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) foi deflagrada no dia 17 de março e segue em vigor durante o início do mês de abril. Com a paralisação, os estudantes da UFJF estão sem acesso a serviços como os restaurantes universitários (RUs), biblioteca central e veículos de transporte interno na Universidade.

 

A atual gestão do Diretório Central de Estudantes (DCE) da UFJF, chamada “Vamos precisar de todo mundo”, afirma que está se empenhando para encontrar meios para facilitar a estadia dos estudantes na Universidade durante este período de greve. Os esforços estão voltados, especialmente, para tentar conseguir a volta dos RU. No dia 31 de março, membros do DCE se reuniram com o Comando Local de Greve para discutir essa problemática.

“O DCE UFJF se reuniu novamente com o comando local de greve a fim de reivindicar a abertura dos Restaurantes Universitários da Universidade, uma vez que os entendemos e os consideramos como um serviço essencial para a permanência dos alunos e alunas na Universidade, além de um instrumento essencial à garantia da segurança alimentar da comunidade acadêmica”, afirmou o Diretório em uma nota vinculada em sua página na rede social Facebook.

sede do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Instituições Federais de Ensino no Município de Juiz de Fora

sede do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Instituições Federais de Ensino no Município de Juiz de Fora

Mesmo com o apelo do DCE, o Comando deliberou pela não abertura dos RUs, afirmando “ que os restaurantes e outros órgãos hoje paralisados assim permanecerão até o fim do movimento grevista.” Em entrevista, a representante do DCE Laiz Perrut Marendino relatou que foi levada à atenção do Comando Local de Greve a importância do acesso dos estudantes aos restaurantes universitários, principalmente levando em conta que, atualmente, uma grande parcela de alunos da Universidade advém de classes mais baixas e dependem de programas de políticas afirmativas.

“Desde o início, a gente se mostra solidários à greve, porque a gente entende que são legítimas as reivindicações dos funcionários”, conta Laiz. “Mas ao mesmo tempo, a gente tem em mente que somos a representação dos estudantes, e o que pudermos fazer para minimizar os efeitos da greve para eles, nós iremos fazer”, assegura.

Ouça abaixo um trecho em áudio da entrevista com a representante do DCE, Laiz Perrut Marendino, que esclarece como ocorreu a reunião junto ao Comando Local de Greve.

 

Estudantes se sentem prejudicados

Encurralados pelos RUs fechados, alunos são levados a consumir em lugares mais caros

Encurralados pelos RUs fechados, alunos são levados a consumir em lugares mais caros

Quatro alunos entrevistados disseram compreender os motivos da greve, porém apresentam ressalvas. “Ela é válida, porém não eficaz”, diz Igor Queiroz, estudante de Direito. Ele e o aluno do Instituto de Artes e Design (IAD), Bruno Varoto, contam que, embora compreendam o intuito da paralisação, se sentem descontentes com os prejuízos que ela acarreta, como, por exemplo, precisar gastar várias vezes o valor de um ticket de RU para poder almoçar na Universidade. O estudante Lipe Morais também relata insatisfação semelhante: “Eu não sou daqui e to gastando muito para poder almoçar decentemente.”

Outra aluna da UFJF, que preferiu não ser identificada, explicou as formas que a greve a afeta. “To no meu último período e algumas coisas acabam ficando pendentes, como a equivalência de créditos. A gente, nesse momento, já fica super preocupado com todas as coisas de formatura pra resolver, não precisava passar por isso também”, desabafa. “Eu sou a favor da causa, não da greve, porque acredito que quem realmente é prejudicado é o aluno, o governo não sente nem cócegas disso.”

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: