Skip to content

José Luiz Ribeiro: 50 anos de amizades

Michele Ferreira
Publicado em: 11/11/2013
 
 
ZeUm reencontro com o passado, com os palcos e com diversos amigos espalhados pelo Brasil.  2013 não é apenas o ano do cinquentenário teatral de José Luiz Ribeiro, mas sim, um período de fortalecimento e criação de novos laços, teatrais ou não.

Não se falava em outra coisa na última semana, estava próximo o lançamento do livro que reconta a vida e obra teatral de Zélu, carinhosamente apelidado pelos antigos membros do Grupo Divulgação. As redes sociais ficaram repletas de homenagens a José Luiz.  Fotos antigas, fotos casuais, foto-lembranças! Recados longos, um simples parabéns, depoimentos e longos casos curiosos cujo cenário era o Casarão Rosa na Rua Santo Antônio.

 Veja algumas homenagens feitas pelas redes sociais:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os amigos e companheiros de teatro, finalmente conseguiram sair do facebook. No último sábado, dia 09, deram um abraço apertado no amigo de toda uma vida. E é claro, marcando lugar na fila de autógrafos.

O curioso é que antes essas pessoas eram atores da companhia de teatro mais antiga da cidade, o Grupo Divulgação. Agora estavam na plateia, como espectadores, assistindo ao mestre representar ele mesmo. Ou seria ele mesmo um  eterno personagem?

As homenagens

Ze2A homenagem principal começou a ser arquitetada em uma viagem. Entre Juiz de Fora e São Paulo nasceu o livro que homenageia os 50 anos de teatro de José Luiz. Um projeto de 2012 mas que  momento oportuno, era o primeiro ano de Zé afastado do magistério, longe da Faculdade de Comunicação que ele ajudará a fundar.

Iêda Alcântara e seu marido Osvaldo Alvarenga, ambos ex-membros do Grupo Divulgação, organizaram um livro narrado também por imagens. Com textos de Rodrigo Barbosa, Malu Ribeiro, Márcia Falabella e Thereza de Azevedo Leite. As 216 páginas se transformam em um túnel do tempo de emoções, recontando também a história teatral de Juiz de Fora.

Ouça  a entrevista completa com Iêda Alcântara:

 

Muitos momentos marcantes na trajetória de José Luiz são narrados no livro. Desde “Brasil, Espaço 63”, primeiro espetáculo do diretor, até Diário de um Louco, de Gogol, peça que sofreu censura durante o regime militar. Zé, como forma de protesto, na hora das falas proibidas, tapava a boca do personagem principal com um lenço branco.

O lançamento do livro começou com a apresentação da peça O Doente Imaginário, logo depois, um emocionado discurso de alguns amigos, como o da jornalista e ex-GD Érica Salazar, o amigo e pró-reitor de cultura da UFJF Gerson Guedes, a companheira nos palco e na vida, Márcia Falabella, além dos depoimentos das autores do Livro e do próprio Zé Luiz. Um momento que deixou a plateia com um nó na garganta.

Confira o Vídeo:

 

O Mestre

José Luiz Ribeiro foi de tudo um pouco para quem passou pelo GD. Professor e diretor, pai e mestre, carrasco e teimoso, doce e sensível. Com 71 anos, ele acumulou mais do que seus 5 mil amigos no facebook. Ganhou filhos, companheiros, admiradores e parceiros. Veja QUEM É JOSÉ LUIZ RIBEIRO para a família do Divulgação.

Assista os depoimentos!

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: