Skip to content

Hotéis para cachorros se tornam solução para as viagens de verão

Angelo Tosta

Postado em 27/01/2014

As datas comemorativas de início de ano chegaram e essa é a temporada preferida do brasileiro para arrumar as malas e pegar uma estrada. Mas se existe um problema entre o paraíso das férias é onde deixar o grande xodó da família: o cachorro. Hotéis, casas de aluguel, pousadas, casas de amigos e parentes. São muitos os lugares que não aceitam a presença de quaisquer animais. Além disso tem a questão do transporte para que não vai em carro próprio. Levar o pet em ônibus ou avião se trata de uma tarefa com bastante burocracia.

Nesse contexto emerge um setor que vem ganhando espaço nesse período do ano. Trata-se dos hotéis pra cachorros, isto é, estabelecimentos em que o dono pode deixar o seu cão durante semanas, sendo que esse receberá todo o cuidado necessário a cada diária cobrada.

Apesar do carinho ser essencial, Edmar afirma que o cachorro deve ser tratado como cachorro. Foto: Arquivo Pessoal

Apesar do carinho ser essencial, Edmar afirma que o cachorro deve ser tratado como cachorro. Foto: Arquivo Pessoal

Edmar Carvalho, 45, é proprietário de um estabelecimento em Belo Horizonte que oferece o serviço de hospedagem de cães. De acordo com ele, “a maioria dos meus clientes já me procuram quando vão viajar, porque já conhecem a qualidade do serviço, e recebo novos clientes frequentemente por indicação”.

Até mesmo Hollywood se rendeu aos hotéis para cachorros. O filme “Um Hotel Bom pra Cachorro”, lançado em 2009, retrata um estabelecimento voltado exclusivamente para cães (veja o trailer abaixo). Apesar da fantasia ser engraçada e cativante, Edmar diz que a realidade é bem diferente, e isso porque “o cachorro deve ser tratado como cachorro e não como gente. Eu faço isso pensando no próprio cachorro. Tem gente que gosta de dar comida pro cachorro na colher, sendo que isso é extremamente desconfortante pro animal. Por isso oferecemos três coisas que o cachorro precisa todos os dias: exercício, disciplina e carinho”.

Além de ter o problema resolvido na hora da viagem, Edmar diz que os cães voltam melhores do que chegaram. Trabalhos de socialização com outros cães, comida de qualidade e outros fatores fazem que muitos problemas que os cães apresentaram ao chegar fossem resolvidos.

Agora é pegar a estrada tranquilamente e ter que se preocupar apenas com a saudade.

 

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: