Skip to content

Começam a valer as novas definições para o Sistema de Bilhete Único em Juiz de Fora

Postado por Rafaela Carvalho – 16/04/2014

Começou a valer o Sistema de Bilhete Único nos ônibus de Juiz de Fora. O projeto, ainda em fase de experimentação, vai permitir que usuários das linhas 555 (Universidade), 640 (Rodoviária) e 754 e 756 (Distrito Industrial) paguem o preço único de R$3,07 caso necessitem pegar outro ônibus para chegarem ao destino desejado.

A Prefeitura de Juiz de Fora anunciou o valor de R$3,07 e o tempo de integração entre as linhas de uma hora e meia na terça feira, 15 de abril, quando o sistema começou a valer para as quatro linhas. O tempo de integração é o tempo que o usuário tem entre passar o cartão do Bilhete Único na roleta de um das linhas que participam do projeto e outro ônibus qualquer, desde que siga para o mesmo sentido da cidade e que seja de outra região.

A Chefe do Departamento de Transporte Público da Secretaria de Transporte e Trânsito de Juiz de Fora explica o porquê das quatro linhas terem sido escolhidas. “No primeiro momento, escolheram-se linhas que têm uma demanda significativa, que são a da Universidade, uma para a Rodoviária e duas linhas que atendem o bairro Distrito Industrial. Essas linhas atendem polos geradores de tráfego, e por enquanto, só existe definição dessas quatro para o projeto piloto.”foto0518

Mas para a estudante Débora Garcia, que ainda não utilizou o Bilhete Único, mas se interessa pela questão por ser usuária do ônibus 755, um ônibus que faz o trajeto direto entre a Zona Norte da cidade e a Universidade Federal de Juiz de Fora, o projeto ainda deve ser modificado. “Não achei muito funcional, as linhas selecionadas não fizeram muita diferença ao meu ver. Moro bem longe da UFJF, faço um curso integral, os horários do 755 não atendem muito bem a pessoas de cursos com uma grade como a minha e, por isso, pago muito por passagens. Li as propostas e não achei que atenderão as expectativas para as quais foram criadas, não por enquanto.”

Sobre o maior tempo de integração entre as linhas, que antes era de uma hora e agora passa a ser de uma hora e meia, a Secretaria de Transporte e Trânsito justifica o aumento como uma melhora do sistema, segunda a Chefe de Departamento de Transporte Público. “A gente analisou que aumentando para uma hora e meia, um número maior de usuários seriam beneficiados, porque temos linhas com tempo de viagem alto. O aumento do tempo de integração teve como objetivo trazer um benefício maior para a população.”, disse Andrea.

Como foi definido o preço da passagem do Bilhete Único?

O valor de R$3,07 foi definido com base no preço da passagem, R$2,05, somado com metade desse valor. Portanto, o passageiro que utiliza o Bilhete Único pagará 75% do valor que seria gasto para pegar dois ônibus, caso não utilizasse o Bilhete Único, o que representa uma economia de R$1,03.

Michel Neres trabalha na Universidade Federal de Juiz de Fora e é morador da Zona Norte. Para ele, o sistema de Bilhete Único é uma boa saída, mas deve ser muito bem estruturado para funcionar. “O sistema de Bilhete único, se atender todas as vantagens que são prometidas no projeto, vai ajudar bastante a população que utiliza o transporte público de JF. Mas também não podemos pensar apenas no bilhete único, tem que se pensar numa estruturação de todas as linhas de transporte pra atender isso.”foto0511

Sobre o valor, Michel concorda que a economia de mais de um real é vantajosa, ainda mais quando o usuário precisa se deslocar várias vezes, mas o projeto deve atender muito mais do que apenas quatro linhas de ônibus, já que outros pontos da cidade também são distantes e ficaram de fora da seleção. “Para quem mora na Zona Norte e precisa ir à Universidade, por exemplo, o valor é vantajoso para longas distâncias. Mas a meu ver, não é justo que o sistema seja válido apenas para alguns setores da população, pois a pessoa pode ir do começo da Rio Branco, por exemplo, até o Cascatinha. O trajeto é longo, mas ela teria que pagar por dois ônibus.”

Como se cadastrar

Os usuários interessados em adquirir o cartão do Bilhete Único de Juiz de Fora devem se dirigir à sede da Associação Profissional das Empresas do Transporte de Passageiros de Juiz de Fora (Astransp) na Rua Espírito Santo, 296, Centro. O usuário deve apresentar RG, CPF e comprovante de residência.

O cadastramento está acontecendo desde março, como noticiado no JF Hipermídia, mas só agora as definições foram completamente implementadas.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: